Um velho ditado diz que falhar em planejar é planejar para falhar. Para qualquer coisa na vida que seja mais complexa do que simplesmente uma ação ou outra isolada, ao falharmos em planejar ou seja, ao não planejarmos, estamos na realidade fazendo outro plano: o fracasso! Com a perda de peso, isso não poderia ser mais verdadeiro.

A grande maioria das pessoas não consegue perder peso nunca porque não segue nenhum plano específico e sendo assim, não sabem que fazer no dia-a-dia para alcançar sua meta, seja perder 5 ou 30 kilos, e também não possuem nenhuma forma de verificar o que fizeram de fato e o que deixaram de fazer. Essa situação leva ao seguinte resultado: passa um tempo e a pessoa não se lembra direito do que ela fez, ela só se lembra que está “tentando” emagrecer e já faz um tempo, aí ela entra num processo de autoengano, dizendo a si mesma que “já fez de tudo” e nada dá certo. Qual é a realidade?

A realidade é que ela fez um pouquinho de várias coisas: exercícios, dieta, comeu algumas coisas aqui e ali que “dizem que ajuda a emagrecer”, fez algumas caminhadas, mas como ela não anota nada, nem tem um plano para seguir, no final das contas, ela fica com a impressão de que “fez bastante”, mas a realidade é que ela não fez muito não e ainda por cima, fez tudo errado!

Aí ela não consegue emagrecer e fica frustrada, pois em sua cabeça ela está fazendo tudo certo, mas na realidade, ela não está obtendo resultados porque não tem CONSISTÊNCIA em suas ações e algumas de suas ações estão ERRADAS.

Como consertar esse problema?

Primeiro: elaborando um plano de emagrecimento, organizado e estruturado que diz tim-tim por tim-tim, tudo o que você deve faezr, do momento em que você acorda até a hora que você vai dormir, incluindo tudo o que você coloca na boca.

As pessoas acham que é muito difícil ter disciplina para emagrecer, mas o problema maior é simplesmente a falta de um plano. Veja bem, é difícil ter disciplina quando você está morrendo de fome e você não sabe o que tem pra comer, nem pensou nisso antes. Aí você abre a geladeira, dá uma vasculhada na cozinha e pega a coisa mais apetitosa que você consegue encontrar, ou cai em tentação quando os outros em sua casa começam a comer coisas gostosas e “engordativas”. Se você tivesse um plano, porém, isso não aconteceria. Primeiro porque você planejaria comer de tantas em tantas horas para não chegar no ponto do “morrendo de fome” e segundo porque ao planejar, você terá preparado ou, facilmente preparável, algo que você pode comer coma consiência tranquila e quando você ver aquele pacote de bolacha ou as outras pessoas em sua casa comendo gusoleimas, você simplesmente nào estará mais com fome, pois você já terá comido.

Com relação aos exercícios, essa questão da disciplina é ainda mais difícil porque as pessoas em geral têm muito pouco conhecimento sobre exercícios e seu papel no emagrecimento. Muita gente vai para a academia só para desencargo de consciência, faz meia hora na esteira ou levanta uns pesinhos e pronto, vai pra casa achando que fez bonito. Outras ainda nem vão pra academia, saem para caminhar e consideram missão cumprida. A falta de um plano resulta em falta de criatividade, simplesmente não saber o que fazer por falta de ideias e de conhecimento. Um plano torna os exercícios uma tarefa indolor – ele diz exatamente o que é para fazer, por quanto tempo e de que forma. É fácil, evita que você tenha que pensar e raciocinar quando não está com vontade de queimar massa cinzenta tentando descobrir o que fazer.

Na realidade, o hábito de planejar é um dos grandes segredos das pessoas bem sucedidas no mundo e aqui falamos no geral, não só na questão da perda de peso. A maior parte do fracasso na vida decore de não agir ou agir errado porque não sabemos o que fazer, de que forma ou quando. Um planejamento remedia todos esses problemas. Do outro lado do planejamento está o registro do progresso. Quando você tem um planejamento todo maceteado, fica muito mais fácil manter anotações. Já vi gente que chegou até a criar checklists e planilhas para preencher, tornando o processo de registro simples e objetivo. O registro é essencial para que você saiba o que fez, como e quando para que você não caia na armadilha de achar que fez tudo certo quando na verdade você fez errado ou não fez o suficiente. Só o registro (se você tiver disciplina para mantê-lo fiél à realidade) é que pode lhe dizer exatamente o que aconteceu ao longo do tempo que você vem tentando emagrecer. Esse registro deve incluir dieta e exercícios, se você estiver fazendo ambos e deve registrar absolutamente tudo o que você come e faz em termos de exercícios.

Se você não estiver obtendo resultados, será fácil verificar porque, é só dar uma olhada no registro, comparar com o seu plano e averiguar onde você está errando ou se você não sabe, estipular hipóteses e checar uma por uma no decorrer do tempo. Por exemplo, se você vem comendo 1.500 calorias por dia e não está obtendo resultados, uma hipótese pode ser que você esteja comendo demais para a quantidad de atividades que você tem feito. Para testar essa hipótese, você planejaria diminuir sua dieta para 1.300 calorias por dia sem modificar as atividades físicas para ver no que dá. Se você não tiver esse tipo de coisa anotada, você fica no escuro, sem saber o que está dando errado, o que você pode estar fazendo que não está certo, enfim, isso só leva à frustração, pois você não está progredindo em direção às suas metas e não sabe porque!

Agora, o que eu me espanto é que muita gente nem sequer sabe como fazer um planejamento! Para essas pessoas eu recomendo esquecer material de emagrecimento por um tempo e simplesmente aprender a planejar. Planos são planos e essas técnicas funcionam para qualquer tipo de objetivo que você tenha. A leitura de um livro como esse é benéfica para toda a sua vida, pois o conhecimento em como definir metas e planejar essas metas pode ajudar uma pessoa a dar uma guinada fenomenal na própria vida!

Eu quis escrever o artigo de hoje sobre esse assunto, pois falamos bastante já de todos os outros aspectos de emagrecimento aqui no site, mas na maioria dos casos, o que falta para as pessoas é se organizar, colocar tudo no papel e seguir esse plano, passo-a-passo. Essa estrutura coloca a pessoa dentro de um caminho específico e torna o processo de emagrecimento muito mais fácil do que simplesmente ficar adivinhando todo dia o que você deve comer, o que você deve fazer e depois ficar na dúvida se está fazendo certo ou errado!



Palavras-chave: emagrecimento, Planejamento de Dieta, Planejar Dieta, Plano para Emagrecer