Superar a insegurança na vida pode ser um desafio. Mas só se você fizer disso um desafio! É uma boa ideia dar um passo para trás e olhar para si mesmo de vez em quando. Por outro lado, se você o fizer com muita frequência e começar se perguntar se você é bom o suficiente na vida, aí temos um problema.

Lidar com a insegurança em um relacionamento, no trabalho, ou em qualquer outra área da vida pode ser frustrante em um primeiro momento. A boa notícia é que se isso for trabalhado, qualquer pessoa pode deixar de ser insegura e viver a vida da maneira que quiser.

A insegurança aparece quando nossas mentes se preocupam com o que vai acontecer e com se somos bons o suficiente ou não. Assim, faz sentido que superar a insegurança tenha (em sua maior parte) a ver com mudar nossa maneira de pensar e se sentir confortável com a pessoa que você é e com a pessoa que você está se tornando.

Há cinco coisas que você pode fazer para começar a lidar com a insegurança e mudar sua vida.

1. Pare de se comparar a outras pessoas.

Quando eu era mais novo, eu costumava me comparar a todas as pessoas de sucesso por aí.

Algumas das coisas que eu descobria eram bem difíceis de aceitar. Por que algumas pessoas conseguiam construir empresas multimilionárias enquanto eu mal conseguia fazer com que minha empresa pagasse minhas contas? Por que parecia que outras pessoas tinham um sucesso tremendo enquanto eu trabalhava duro e tinha dificuldades em atingir meus objetivos e obter meus sonhos? Nas palavras de Shel Silverstein: “Como é que todos estão fazendo tudo grande e eu, não?”.

Eventualmente, eu percebi que ao me comparar a outras pessoas eu estava mais machucando minha autoestima do que beneficiando minhas falhas. Quando comparamos nossos sucessos aos sucessos dos outros, geralmente comparamos nossas fraquezas aos pontos fortes deles.

Mais uma vez, tendemos a exagerar os pontos fortes deles e colocá-los em um pedestal. Isso não é muito construtivo e apenas faz com que lidar com a insegurança seja ainda mais difícil, uma vez que nos vemos com inferioridade. Se queremos realmente melhorar, é hora de aceitar que somos diferentes de todos os outros. Temos nossos próprios pontos fortes e temos que aprender a acreditar em nossa habilidade de crescer e vivenciar coisas novas.

Só porque alguém é melhor que nós em alguma coisa ou que ele(a) está mais à frente na jornada da vida, isso não significa que somos perdedores. Isso significa somente que ainda não encontramos nosso caminho especial na vida. Significa simplesmente que ainda não estamos crescendo e que há mais a aprender.
 

2. Pare de pensar demais

A razão principal pela qual nos sentimos inseguros com relação a nós mesmos é que pensamos demais. Quando se trata de algo como um relacionamento, a insegurança pode dar as caras (feias) quando nos perguntamos: “Por que eles disseram aquilo?”, ou “Por que eles ainda não me responderam?”.

Em outras áreas de nossas vidas, podemos pensar em nossas dificuldades ou nos focar em coisas em que não somos bons e situações passadas em que falhamos.

Ao pensarmos cada vez mais, ficamos psicóticos. Pensamos em mais coisas ruins e começamos a fazer coisas estúpidas ou a entrar em pânico com relação a como podemos ser bons o suficiente, o que pode causar problemas.

A solução para superar a insegurança é simples: pare de pensar tanto! Ou então pare de pensar em por que você não é bom o suficiente para chamar aquela garota para sair. Pare de pensar em por que você não é um músico bom o suficiente para tocar em público. Pare de pensar nas falhas que você acha que tem e comece a tomar uma atitude mesmo assim.

Ao agir, você vai ver que você tem o seu valor neste mundo. Você vai se perguntar por que perdeu tanto tempo pensando demais em suas falhas quando você poderia ter se aventurado antes para viver a vida ao máximo. Às vezes, a melhor maneira de lidar com a insegurança é mandar seu cérebro ficar quieto e começar a viver.
 

3. Permita-se ser humano

Como humanos, todos temos falhas. Todos temos características positivas e negativas e isso é algo com que temos que lidar.

Uma vez que você se aceite como é, então você deu o primeiro passo em direção ao crescimento pessoal. Ao perceber que ninguém é perfeito, você pode arriscar mais na vida e vivê-la da maneira que você quer viver.

Então, e daí se você fizer algo estúpido? Ninguém é perfeito. Ao agir, você ao menos estará vivenciando algo novo e aprendendo a tornar sua jornada neste mundo mais excitante.

Ao aprender a se aceitar como você é, você vai perceber que outras pessoas o aceitarão também. A autoconfiança é atraente, mesmo que você realmente cometa erros.
 

4. Coloque-se em uma situação em que você não pode voltar atrás

Uma coisa que eu faço sempre que tenho medo de algo é me colocar em uma situação em que não posso voltar atrás. Se você é tímido e inseguro com relação a conhecer pessoas novas, uma das maneiras de superar a insegurança é ir lá e puxar papo com um desconhecido.

Ao fazer isso, você basicamente se força a seguir em frente, uma vez que seria estranho ir até alguém, dizer: “Gostei dos seus sapatos, meu nome é Steve”, e daí sair correndo. Não importa se você tem medo de falar com desconhecidos ou não, uma vez que você começou, você tem que seguir em frente.

Depois de fazer isso algumas vezes, você reconhece que realmente não havia nada a temer. As suas inseguranças não pareceram incomodar ninguém e talvez você até tenha feito um novo amigo. Ao se acostumar com coisas novas na vida, você deixa de ser inseguro com relação a cada detalhezinho e passa a ser mais autoconfiante.

Moral da história: se arrisque e tome a iniciativa. Dessa forma, você vai adquirir a autoconfiança como resultado.
 

5. Viva pela experiência

Viver é ter experiências. Toda vez que nos arriscamos e seguimos em frente – apesar de nossas inseguranças –, saímos no lucro. Se somos bem sucedidos, ganhamos confiança e os frutos da vitória, quaisquer que sejam.

Se falharmos, então aprendemos uma lição, que (esperamos) tenha um impacto em nossas vidas e nos ajude a seguir adiante. De qualquer forma, estamos ganhando alguma coisa ao não pensar em nossas inseguranças e arriscar. Você só vive uma vez, por que desperdiçar a vida pensando se você é bom o suficiente ou não para fazer algo?

Aprenda a amar o mundo à sua volta, divirta-se e lembre-se de que ninguém ao seu redor é perfeito. Somos todos humanos e estamos todos crescendo nessa jornada da vida.

Agora que você conhece essas cinco dicas para superar a insegurança, é hora de sair para o mundo e livrar-se de suas preocupações. Você tem algo a acrescentar? Como você superou a insegurança?