Compartilhe!

Você luta no seu dia-a-dia com todas as forças mas sente que está patinando em solo molhado sem nunca conseguir mover-se pra frente? A sua vida parece empacada? Por mais que você tente encontrar a saída para seus problemas, você se sente como se estivesse no meio de um labirinto? Você olha em volta, vê pessoas ao seu redor se dando bem na vida e você fica se questionando se há algo de errado com você… Você tem mais potencial, é mais esperto e inteligente que muitos à sua volta, no entanto, eles vão em frente e você fica… Por quê?

Você já parou para pensar que a forma como você pensa e raciocina possui uma poderosa influência nos resultados que você obtém na vida? Ninguém vê o mundo como ele realmente é. Todos nós o vemos através de filtros, lentes que começamos a desenvolver no momento em que pisamos neste mundo. Por diversos motivos (ei, não culpe seus pais!), algumas pessoas desenvolvem filtros estagnantes que as impedem de crescer.

Esses filtros são recheados de mitos e pré-concepções de como a vida “deve” ser. O problema é que esses mitos estão muito longe da realidade e quanto mais se acredita neles, mais distante de qualquer tipo de sucesso a pessoa fica. O mito do trabalho duro é um exemplo. Algumas pessoas acreditam que o segredo do sucesso é trabalhar o mais arduamente possível. É triste ver pessoas tão dedicadas assim passarem a vida construindo uma escada apoiada na parede errada. Quando elas se dão conta, é tarde demais… A vida é muito curta para descer da escada e começar a construir outra na parede certa…

A teimosia é outra grande vilã. Você conhece aquele ditado que diz que numa tempestade, quem sobrevive dentre as árvores é o bambu, que se dobra e se adapta ao movimento dos ventos, enquanto as árvores mais rígidas se quebram? Pessoas teimosas se agarram aos seus pontos de vista (filtros) e se negam a ver o mundo de outra forma. A natureza se encarrega de eliminar do seu caminho tudo o que não se adapta e isso inclui pessoas inflexíveis. Sim, a própria vida se encarrega de manter os “teimosos” na vala comum dos fracassados.

Para vencer na vida, você deve admitir que ela é como é, ela tem suas próprias regras e nem sempre elas são compatíveis com suas crenças. Teime em não aceitar isso e você estará destinado ao fracasso. Um mito fatal para o sucesso é acreditar que a vida é pré-determinada. Algumas pessoas acreditam nisso mesmo que inconscientemente. Elas não admitem, mas silenciosamente mantêm a crença de que “quando a sua hora chegar” elas se darão bem na vida. Enquanto isso, elas esperam. Não agem, não fazem absolutamente nada além de manter uma fé cega de que “algo de bom está reservado” para elas. Se você ainda não percebeu, deixe-me contar: 95% da população mundial vive de esperança, de fé e eu não vejo todo esse pessoal conseguindo muita coisa na vida, o que você acha? Pelo contrário, o que eu vejo é que quem vive de esperança morre sem um final feliz. Só um adendo aqui, caso você tenha me interpretado mal: eu não estou falando de fé religiosa, eu não tenho nada contra crenças. Há uma grande diferença entre manter suas crenças religiosas e ter esperança no bem e na paz de uma forma geral e simplesmente ficar parado sem agir achando que uma fé cega na própria vida irá trazer-lhe o sucesso.

Para saber o que funciona e o que não funciona basta olhar em volta. Se crenças populares refletissem a realidade, nós viveríamos num mundo de pessoas bem sucedidas, você não acha? Ao observar pessoas de sucesso, no entanto, o que você vê é ação, não esperança. Quem conquista as coisas na vida corre atrás, não fica esperando sua hora chegar. Sim, eu sei que você sabe disso! Mas você está correndo atrás do que você quer ou está enrolado nos labirintos sem saída que você mesmo criou em sua vida?

Esse é outro grande mito estagnador. As pessoas acham que sabem o que devem fazer para se darem bem na vida… No entanto, elas “ainda” não conseguiram sucesso em nada! Você conhece o mito da auto-ajuda? Claro que conhece! Aquele que diz que: “Essas coisas de auto-ajuda todo mundo sabe”! Pois é, se todo mundo sabe, então todo mundo é rico, bem sucedido e feliz, não?! Ahhh, se todo mundo sabe e ninguém consegue resultados, é porque tudo isso não funciona, certo? Ok, não vamos entrar numa argumentação sem fim sobre validade e utilidade da auto-ajuda! O fato é que uma crença que impede algumas pessoas de crescerem é a de que elas já sabem o que devem fazer, o que é certo e o que é errado, portanto não precisam aprender nada, elas já “sabem tudo”.

Você quer mais mitos? Eu conheço um fulano que tem um primo que tem um amigo que se deu bem na vida sem nunca definir metas ou planejar nada, ele sempre teve a maior sorte do mundo. Você conhece esse cara? O mito da “prova” é outro que pode estar mantendo-o estagnado. Você se depara com um conjunto de conselhos vindos de um estranho. Em questão de segundos, você passa esse conselho por seus filtros mentais e, se encontrar algo em sua memória que prove que o indivíduo que o aconselhou está errado, você simplesmente o ignora. Essa crença anda junto com o mito da generalização ou comparação – aquele que diz que se aconteceu com fulano de tal, pode acontecer comigo também. Um exemplo? Você está numa palestra sobre definição de metas. Você ouve com ceticismo o palestrante tentando filtrar todo o conteúdo dentro de seus pré-conceitos sobre o assunto. Você lembra, então, que seu avô foi uma pessoa muito bem sucedida e que ele jamais definiu metas. Por fim, você conclui que se seu avô atingiu o sucesso sem definir metas, você também não precisa, pois se aconteceu com ele, pode acontecer com você também.

Há, ainda, outro mito que muitas vezes anda junto com os dois anteriores que é a simplificação. No caso do exemplo anterior, a pessoa não pensa sobre quais fatores levaram o avô a ser bem sucedido, ela só pensa que “ele não definiu metas” e mesmo assim atingiu o sucesso. Logo, ela conclui:  “Se eu não definir metas, eu também vou alcançar o sucesso”.

Há certas coisas que você pode, de certa forma, generalizar, como a pró-atividade. Não conheço nenhuma pessoa realmente bem sucedida que não seja pró-ativa, assim como não conheço um líder que não seja carismático ou um bom político que não tenha o poder da persuasão. O que você não pode generalizar é o caminho. “Fulano fez isso e fez aquilo, então se eu fizer o mesmo, terei o mesmo resultado” – não, não terá! “Fulano NÃO fez isso e aquilo e conseguiu o resultado que eu busco, então eu também não preciso fazer.” – nem sempre!

A generalização é sempre um barco furado, pois resultados na vida são a soma de inúmeras partes, sendo que a maioria dessas partes é ignorada numa análise leviana. O fulano deu certo na vida não porque ele somou A + B e conseguiu C, a “fórmula” foi muito mais complexa, mais parecida com A + E – B x 2 + 5% de F = C. Ok, sem viajar na maionese, o que quero dizer é que os elementos que são responsáveis pelo sucesso não podem ser reduzidos a uma ou duas variáveis e generalizados. Você jamais pode dizer: “Fulano deu certo por causa disso ou daquilo”. Não, o buraco é mais embaixo. Se você continuar tentado ver o mundo em preto e branco, tentando descobrir respostas “certas”, tentando descobrir qual o caminho para onde você quer chegar, você jamais partirá e, se não partir, não chegará a lugar algum!



Palavras-chave: alcançar o sucesso, atingir o sucesso, bem sucedido, dicas sucesso, Fracasso, sucesso na vida, ter sucesso

Compartilhe!