Por que a disciplina é essencial para o sucesso?

ARVE Error: No attachment with that ID

A disciplina é o santo graal da produtividade! Ela é um dos elementos mais importantes, senão o mais importante para alcançarmos todo o tipo de meta.

Vamos conversar sobre a importância da disciplina nesse vídeo.

Em vários vídeos anteriores, tocamos no assunto da disciplina e eu mencionei que ela é o santo graal da produtividade. Se você tiver disciplina você pode furar o céu. Mas se não dominá-la você corre uma série de riscos com relação à sua produtividade. E eu digo “corre riscos”, porque você pode conseguir fazer as coisas aos trancos e barrancos — é assim que a maioria das pessoas faz. Então a falta de disciplina não é um impedimento para a produtividade, para o sucesso, mas a indisciplina o coloca em uma posição de vulnerabilidade, em que você pode deixar a peteca cair, perder prazos, pode deixar as ideias esfriarem até o ponto em que elas são abandonadas e esquecidas, você perde muita eficácia, demora muito mais pra fazer as coisas, às vezes perde eficiência também, as coisas não saem bem feitas, enfim, mesmo se não ter disciplina não é o fim do mundo, ter disciplina pode te ajudar a furar o céu.

Então o que é disciplina?

A disciplina é a capacidade de manter o foco e a determinação para realizar tarefas e cumprir responsabilidades, mesmo quando nós não estamos motivados.

E isso é um dos pontos-chave aqui. Como vimos em outros vídeos sobre motivação, é muito comum as pessoas deixarem de fazer as coisas porque elas não se sentem motivadas, e enquanto elas ficam esperando a bendita motivação aparecer, o tempo passa, às vezes elas vão levando com a barriga, se elas não tem escolha (escola, trabalho), mas projetos pessoais costumam ser facilmente abandonados e o impacto disso é que a pessoa não rende muito.

O tempo vai passando e as realizações da pessoa não são muitas, ou ela não consegue sair de situações em que está estagnada, como um trabalho em que ela não se sente satisfeita, mas ela não consegue sair porque precisa daquele dinheiro e não consegue, apesar de às vezes ter muitas ideias, criar uma fonte de renda alternativa pra que possa sair daquela situação e se reorganizar pra abrir espaço para outras oportunidades.

Isso está ligado com a falta de disciplina, mas se você for mais fundo na origem do problema, é essa expectativa de que a pessoa precisa estar motivada. Esse assunto da motivação ele dá muito pano pra manga, tem muito pra gente falar, tem um curso que eu estou montando que vai sair mais pra frente esse ano só sobre motivação. Se você quiser saber mais, veja mais informações aqui sobre este curso. Então essa questão da motivação, não é como se a gente fosse esnobar a motivação, “ah, agora eu vou fazer tudo só com disciplina“. Não é bem assim que funciona.

Mas a disciplina ela tem esse poder, ela pode – e deve, eu diria, substituir a motivação quando não estamos com vontade de fazer as coisas no dia a dia.
E quando colocamos isso dessa forma, pode parecer que fazer as coisas assim, dessa forma, digamos, “forçada”, é a coisa mais chata do universo. Naturalmente não gostamos da ideia de ter que fazer coisas não estamos com vontade de fazer. Não tem mais nada mais humano do que isso.

Agora, veja metas de saúde. Perder peso, e eu não estou nem falando de emagrecer pra ficar super magro. Não, perder peso pra ficar num peso saudável, controlar colesterol, açúcares, ter um corpo saudável. Para a maioria das pessoas, isso é super difícil. Porque elas nunca estão com vontade de fazer exercícios ou de fazer dieta. Elas cedem à vontade de comer as coisas que desejam. Isso é normal. Mas se você quer atingir sua meta de saúde você vai ter que fazer um esforço fora do normal. Chato ou não, difícil ou não, essa é a realidade. Tudo tem um preço a ser pago. E a disciplina ela é a moeda com que esse pagamento é feito.

É um erro olhar pra disciplina só como uma coisa chata que está nos roubando dos prazeres da vida, que está nos forçando a pagar esse preço, pra atingir essas metas. Isso porque as pessoas que são realmente disciplinadas, elas não veem a disciplina como esse fardo que torna a vida delas chatérrima. Pelo contrário, elas veem a disciplina como uma das principais ferramentas responsáveis pelo sucesso delas, seja sucesso profissional ou em metas pessoais, como metas de saúde. Não estamos só falando de vida profissional aqui.

Tem um efeito interessante que ocorre quando começamos a ver os frutos do nosso empenho, o resultado da nossa disciplina. Começamos a ter uma motivação imensa, aquela motivação que faltava antes, ela aparece. A satisfação também aparece, o orgulho de ver que você fez algo que deu certo, você atingiu um resultado. E isso o coloca num ritmo diferente, diferente daquele, “ah, hoje eu não to motivado, vou assistir Netflix“, ou “ah, que se dane dieta, vou comer esse pedaço de bolo“, ou aquelas atitudes que quebram a linha de produtividade, quebram a sequência de ações, de atitudes, de escolhas que levariam ao resultado que você tá querendo alcançar.

A hora que você começa a ver resultados sólidos, resultados reais mesmo, você muda a sua mentalidade, você passa a querer mais daquilo, você quer continuar. É por isso que dizemos que a motivação não vem antes do sucesso, ela vem depois do sucesso, depois de você ver o resultado dos seus esforços.

Então a disciplina ela é chata só no começo, quando você não quer fazer o que você tem que fazer (e ocasionalmente também né, porque a natureza humana ela é implacável!). Temos oscilações emocionais, oscilações de humor, e às vezes estamos a fim de fazer as coisas, às vezes não. O grande poder da disciplina é levar você a superar essas oscilações e manter a sua produtividade consistente, independentemente de como você se sinta.

No longo prazo você vai construindo resultado em cima de resultado e a sua qualidade de vida naturalmente é muito maior, você se sente melhor consigo mesmo, você tem mais autoestima, você vê que você é capaz, que você tem valor, que você consegue fazer as coisas, você vê que você tentou e conseguiu realizar. Isso te dá muito poder pessoal. Aumenta a sua autoconfiança também porque você passa a confiar mais no seu próprio taco, você vê que você consegue bancar ideias, construir projetos, atingir metas.

Então a disciplina ela tem esse poder, não só de ajudá-lo a realizar o que quer que você deseje, mas também de resgatar a sua autoestima, de ajudá-lo a ter confiança na sua própria capacidade, no seu valor pessoal. Porque, bem ou mal, associamos valor pessoal com as realizações, apesar disso não ser o ideal, fazemos isso naturalmente, tanto conosco quanto quando olhamos para os outros. Quando vemos uma pessoa que está deixando a desejar em algum aspecto da vida dela, seja pessoal, digamos que a pessoa tenha um peso excessivo, ou profissional, ela não tá crescendo na carreira dela, fazemos um juízo de valor daquela pessoa e uma das ideias que passa pela nossa cabeça é que ela não tem força de vontade para melhorar a própria vida. Eu não estou dizendo que seja certo fazer isso, eu acho não devemos julgar ninguém, mas o que eu quero dizer aqui é que as pessoas fazem isso naturalmente, e elas fazem isso com si mesmas também. E quando esse juri interno dá o veredito de que “faltou força de vontade fulano, falou disciplina”. O que que acontece? A pessoa se sente mal com ela mesma, ela passa a acreditar que ela não tem competência pra tocar a própria vida e construir uma vida bem-sucedida, seja qual for a definição de sucesso que ela tenha.

Todo sucesso, todo êxito é o resultado de um processo que ocorreu ao longo do tempo. Então se está faltando disciplina para manter a constância da determinação dela naquele caminho que vai levar ao resultado, ela não vai chegar nesse sucesso. Ou terá dificuldade, vai aos trancos e barrancos, vai demorar muito mais tempo e isso terá um impacto em como a pessoa vê a si mesma, a opinião que ela tem sobre si mesma, que resulta na autoestima e na autoconfiança, e em última instância, na felicidade ou infelicidade que a pessoa sente.

Então você vê que todas essas coisas que a gente discute em desenvolvimento pessoal, em produtividade estão todas interligadas, uma vai influenciando a outra. E a disciplina ela é um molho especial aí no meio de tudo isso que permite com que muitos desses traços e características sejam potencializados.

Autodisciplina - Steve Pavlina - DownloadTemos um e-book gratuito que eu recomendo bastante que é os 5 pilares da autodisciplina de autoria do escritor Steve Pavlina. Essa leitura ajuda bastante a entender toda essa complexidade da disciplina e a parte prática, como ter disciplina no dia a dia, como desenvolver essa habilidade.

Em “Os 5 Pilares da Autodisciplina”, Pavlina ensina como desenvolver esse traço através da construção de cinco pilares comportamentais: aceitação, força de vontade, esforço, diligência e persistência.

Ao compreender como esses cinco pilares trabalham juntos para nos tornar mais disciplinados, adquirimos mais suporte cognitivo e emocional para suportarmos as dificuldades que a disciplina impõe.

***ESTA É UMA TRANSCRIÇÃO ADAPTADA DO VÍDEO. PODEM HAVER ERROS GRAMATICAIS OU NÃO CORRESPONDER EXATAMENTE AO CONTEÚDO DO VÍDEO.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


Deixe um comentário