A ciência, assim como os espertinhos, saem toda hora com novidades sobre o emagrecimento. A ciência revela coisas que antes não sabíamos sobre como as pessoas engordam, porque não conseguimos perder peso facilmente e porque ganhamos peso rapidamente ao voltarmos para nosso hábitos antigos. Os espertinhos estão sempre inventando alguma nova dieta que na verdade de nova não tem nada, é apenas algum conceito antigo empacotado com uma nova embalagem e nome. No final das contas, essas dietas novas nunca funcionam ou não funcionam melhor do que simples bom senso.

O que a ciência admite, contudo, é que apesar de ainda precisarmos descobrir muita coisa sobre como nosso corpo funciona e prefencialmente uma pílula mágica que nos faria emagrecer sem dieta e sem exercícios, o fato é que o cidadão moderno engorda porque come coisas que nossa biologia não está preparada para digerir.

Muitos cientistas defendem a “dieta do homem da pedra”, também chamada de “dieta do guerreiro”, “dieta do homem das cavernas” ou “dieta paleolítica”. Muitos personal trainer concordam com essa dieta e procuram estimular seus clientes a seguirem-na.

O corpo humano não mudou muito desde a época das cavernas. Toda a nossa evolução tecnológica e científica não causou nenhuma evolução significativa em nossos corpos, principalmente no que diz respeito à forma como digerimos alimentos e como gastamos energia.

O resultado de novos hábitos alimentares e da sedentariedade do homem moderno então, invarialmente causa ganho de peso. O homem das cavernas comia plantas, frutas e animais silvestres – era o que ele tinha acesso. O homem das cavernas não tinha como processar o trigo para fazer pão, por exemplo, nem como processar cana de açúcar ou qualquer outra fonte de áçucar, natural ou não. A dieta do homem da pedra era uma dieta rica em proteínas, gorduras naturais vindas de peixes e animais, mas em pequena quantidade e também uma relativa pequena quantidade de carbooidratos vindas de frutas, verduras e legumes. O açúcar disponível em sua dieta era basicamente composto pelo que estava disponivel nas frutas.

Os dois maiores vilões da dieta moderna são os carboidratos refinados e o açúcar. Não, a gordura não é vilã! O homem das cavernas tinha acesso pleno a gordura animal (essa que muita gente torce o nariz) e mesmo assim não engordava. A gordura adicionada a produtos industrializados, principalmente a gordura vegetal, que é processada como óleo de soja, é que é prejudicial e adiciona uma quantidade de gordura muito maior do que seria natural consumir apenas em carne animal.

Outro vilão da dieta moderna são os hormônios disponíveis nos alimentos que consumimos, de carne a leite e derivados, que desequilibram nosso próprio balanço hormonal e injetam uma quantidade muito maior de estrogênio (o hormônio que engorda) em nossa alimentação.

Adotar uma dieta puramente estilo “homem da pedra” é muito difícil nos dias de hoje. É possível, claro, evitar tudo aquilo que o homem da pedra não comia e basear sua alimentação em coisas simples como frutas, legumes, verduras e todos os tipos de carnes. O que é difícil hoje em dia, é que praticamente tudo está “poluído” de alguma forma com hormônios e outros tipos de aditivos químicos, como pesticidas e herbicidas nas frutas e vegetais e conservantes.

Uma dieta verdadeiramente “cavernal” é uma dieta baseada em alimentos orgânicos, tanto carne quanto leite, frutas e vegetais. O problema é o preço de produtos orgânicos. Outro problema é conseguir evitar produtos industrializados e tudo o que contém trigo processado (farinha), na verdade a grande maioria dos grãos, e açúcar refinado. Praticamente tudo o que comemos no dia-a-dia, de massas a pão, é feito com ingredientes fora da “lista do homem das cavernas”.

Se você quer entrar nessa dieta, tenha certeza de que ela funcionará, mesmo sem exercícios, já que a retirada do grosso dos carboidratos refinados e açúcar da alimentação diária já fará com que seu corpo comece a trabbalhar melhor. O truque ao escolher alimentos é sempre perguntar: o homem das cavernas comia isso? Tudo o que é fabricado, processado ou precisa de tecnologia para ser feito (como pão) está fora da lista. Basicamente, frutas, verduras e carnes são escolhas seguras.



Palavras-chave: Alimentação, Alimentação Natural, Dieta a base de proteínas, Dieta do Homem das Cavernas, Dieta Paleo, Dieta Paleolítica, emagrecimento, Proteínas