Por que planejar a vida?

Franciane Ulaf

Planejar a vida

Algumas pessoas apresentam uma certa resistência quando o assunto é planejamento de vida. Dizem que isso não dá certo, que suas vidas estão nas mãos de Deus, que não podem controlar o destino, que a vida é mais interessante se não tentarmos interferir em seu curso normal, etc.
Planejar a vida não significa controlar cada passo e viver como um robozinho autoprogramado. Planejar significa saber onde estamos, aonde queremos ir e como chegar lá.

Não são poucas as pessoas que passam a vida reclamando que nunca conseguem o que querem, que seus sonhos nunca se realizam. São aquelas pessoas que quando você pergunta como está a vida, elas falam da correria, da falta de tempo, da situação do país. São essas mesmas pessoas que adotam uma postura reativa com relação à vida. Esperam que as soluções para seus problemas caiam do céu, reclamam da vida e do destino, não raro pedem para terceiros – sejam santos, parentes, amigos, políticos – resolverem seus problemas e cruzam os braços. Nada fazem por si mesmas, não tomam atitude alguma para saírem da situação da qual tanto reclamam.

Mesmo não sendo reativas, algumas pessoas ainda reclamam da não realização de seus objetivos alegando falta de tempo. As mesmas 24 horas estão disponíveis para todos os 7 bilhões de seres humanos que caminham sobre a face da Terra, mas alguns parecem saber aproveitar mais o insumo mais precioso de que dispomos, enquanto outros parecem ter um talento especial para desperdiçá-lo.

O segredo do aproveitamento do tempo está na auto-organização, através da priorização refinada, e a base desta é o planejamento pessoal. No entanto, a organização por si só, desvinculada de objetivos de longo prazo, apenas sistematiza as coisas sem prover sentido algum. De que adianta se organizar para fazer muito bem feito tudo o que você não precisa fazer? O segredo das pessoas que conseguem atingir seus objetivos administrando bem o tempo é justamente conseguir aliar a organização pessoal com objetivos que dão sentido à vida e mantêm a motivação.

Podemos citar inúmeros motivos que respondem à pergunta: “Por que planejar a vida?”, dentre eles: preparação para realização de objetivos complexos, maior nível de empregabilidade e aproveitamento de carreira, realização de sonhos e metas pessoais, diminuição do estresse e consequente aumento da qualidade de vida.

É muito importante, contudo, compreender que quando falamos em planejar a vida não estamos necessariamente falando em planejar a vida inteira nos mínimos detalhes. É essa má interpretação que leva muita gente a descartar o planejamento pessoal. Você pode planejar somente a realização de eventos específicos como escrever um livro ou fazer um MBA no exterior, você pode decidir planejar somente sua vida profissional, enfim, a vida é sua e você a planeja como quiser, não é mesmo?!

Não existem regras que ditam que se você vai fazer um planejamento pessoal então deve planejar absolutamente todos os aspectos de sua vida, incluindo aqueles em que você não tem disposição para planejar nem visão de conjunto para vislumbrar o futuro. Técnicas de planejamento existem para auxiliá-lo a concretizar aquilo que você já consegue vislumbrar e deseja realizar. O planejamento visa levantar informações e responder a perguntas como “como vou chegar lá?”, “quais os passos para realizar esse sonho?” e organizar essas respostas de forma que você possa colocar em prática as ações necessárias para a concretização de suas metas.

De uma forma bem resumida, o melhor planejador é o planejador feliz, é aquela pessoa que não precisa mais buscar felicidade no futuro, ela já é feliz no presente e suas metas refletem o que ela deseja fazer por sentido, não por necessidade emocional.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


2 comentários em “Por que planejar a vida?”

  1. Ola, muito obrigada, seu texto e óptimo! Planejamento também significa ter o foco real.. ou seja, ter uma responsabilidade.. 🙂 Para praticar bons resultados na minha vida, uso as ferramentas digitais. Por exemplo o Kanban https://kanbantool.com/pt/ – agora minha vida fica um pouco mais organizada, sabedo quanto tempo tenho para terminar as minhas tarefas diarais é bom.. 🙂 A final sem bagunça…

    Responder

Deixe um comentário