Compartilhe!

Não podemos fazer tudo, então fazemos a maioria das coisas mal – em um dia bom. E temos vivido assim há tanto tempo que sequer percebemos quão longe estamos de atingir nosso potencial!

Na maioria das vezes, estamos apenas reagindo, como se estivéssemos sendo mexidos para frente e para trás por um controle remoto gigante. Estamos desesperadamente tentando prevenir as coisas de sucumbirem. Estamos fazendo o suficiente para manter as crianças indo para a escola com meias iguais e não nos esquecermos do grande relatório que está em cima da mesa da cozinha depois de termos trabalhado nele boa parte da noite e pagando a maioria das contas no prazo certo.

Estabelecer metas? Esqueça. Atitude? Você realmente quer saber? Felicidade? Por favor!

E o gerenciamento de nosso dinheiro e o controle de nossa renda? Como é possível se preocupar com isso quando vivemos de pagamento em pagamento? E quanto aos nossos relacionamentos – quem sabe? Nós raramente nos vemos ou conversamos.

Os sinais de uma vida fora de controle podem ser sutis: seus filhos estão crescendo diante de seus olhos, mas você mal os conhece; você não aguenta mais ir para o trabalho que tem há anos; você quer dizer “não” antes mesmo de ouvir a pergunta porque dizer “sim” significa que você terá mais um afazer.

Isso tudo soa familiar? É normal viver uma vida fora de controle? Precisa ser assim?

O primeiro passo para recuperar o controle é examinar sua vida e determinar onde estão os problemas. Faça os questionários de autoconhecimento que seguem e reflita sobre os resultados.

Será que sua atitude é o seu desafio?

1. Você acredita que agora é a hora perfeita para aproveitar as oportunidades?

2. Você acredita que seu futuro é cheio de prosperidade?

3. Você acredita que tem os talentos e as habilidades para atingir seus objetivos?

4. Você olha para os seus concorrentes e os vê como professores ao invés de inimigos?

Se você respondeu “não” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Você tem uma atitude vencedora que inspira os outros e o mantém no caminho dos seus objetivos. Se você respondeu “não” para duas ou mais perguntas, pode ser que você tenha uma atitude excelente quando as coisas estão indo ao seu favor, mas tenha dificuldades em se manter otimista em tempos difíceis.

Você está correndo atrás dos seus objetivos?

1. Você pôs no papel seus objetivos de longo prazo?
2. Você pôs no papel algumas coisas que quer conquistar até o final do ano?
3. Você desenvolveu passos específicos (estratégias) para atingir seus objetivos maiores e uma maneira de medir seu progresso?
4. Você costuma conquistar seus objetivos e definir novos?

Se você respondeu “não” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Você é um definidor de objetivos campeão. Se você respondeu “não” para duas ou mais perguntas, pode ser que seus objetivos sejam ilusórios demais ou apenas sonhos vagos. Aprenda a planejar estrategicamente seus sonhos para alcançá-los.

Sua vida é satisfatória?

1. Você sente que algo está faltando em sua vida?
2. Você negligencia seus hobbies ou interesses em prol de seus afazeres diários?
3. Você se pega olhando o tempo todo para o relógio, esperando o dia terminar?
4. Você preenche seu tempo livre com passatempos bobos como muita TV?

Se você respondeu “sim” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Você equilibra seus interesses pessoais e suas paixões com suas responsabilidades para se manter feliz e satisfeito. Se você respondeu “sim” para duas ou mais perguntas, é hora de mudar e trazer a alegria de volta à sua vida. Nunca é tarde demais.

Você precisa fazer um check-up nos seus relacionamentos?

1. Você deixa de fazer coisas com sua família por causa do trabalho?
2. Você acha que está ocupado demais para manter contato com seus amigos?
3. Sua vida social se reduz à sua família imediata e colegas de trabalho?
4. Em tempos estressantes, você evita “perturbar” os outros com seus problemas?

Se você respondeu “sim” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Você está se saindo muito bem ao fazer de seus relacionamentos a prioridade em sua vida. Se você respondeu “sim” para duas ou mais perguntas, não deixe que mais um dia de sua vida passe sem se focar no que é verdadeiramente importante: as pessoas.

Você tem controle sobre suas finanças?

1. Você sabe aonde vai o seu dinheiro todo mês?
2. Você está depositando alguma quantia em sua poupança mensalmente?
3. Você se sente no controle de suas despesas de cartão de crédito?
4. Você está no caminho de construir uma riqueza de sua renda?

Se você respondeu “não” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Suas habilidades de gerenciamento de dinheiro estão em forma. Se você respondeu “não” para duas ou mais perguntas, você pode estar sofrendo de estresse financeiro desnecessário e se impedindo de conquistar a riqueza verdadeira.

Você controla sua renda?

1. Se você fosse demitido, teria uma fonte de renda alternativa?
2. Você sente que tem controle sobre sua vida financeira tanto em tempos de crise econômica quanto em tempos de prosperidade econômica?
3. Você tem um plano para ficar rico?
4. Você já começou a dar os primeiros passos para ter aquele negócio que sempre sonhou em ter?

Se você respondeu “não” para nenhuma ou uma pergunta, parabéns! Você entende que o segredo para ficar rico é ter seu próprio negócio. Se você respondeu “não” para duas ou mais perguntas, não houve tempo melhor para começar a controlar sua renda e sua vida.

Jim Rohn, o homem que muitos consideram como o Maior Filósofo de Negócios do Mundo, já compartilhou suas filosofias e seus princípios de sucesso de mais de 46 anos de experiência com mais de 6 mil públicos diferentes e mais de 5 milhões de pessoas ao redor do mundo. Jim Rohn é considerado o “guru dos gurus” tendo sido mentor de Tony Robbins e Brian Tracy.



Palavras-chave: Controlar a vida

Compartilhe!