O Efeito Composto: Multiplicando seu sucesso um passo de cada vez

Darren Hardy

Se você já ouviu a fábula da tartaruga e da lebre, conhece a expressão: “Devagar e sempre é que se ganha a corrida”. Senhoras e senhores, eu sou a tartaruga.

Dê-me tempo suficiente e eu teoricamente derrotarei qualquer um, a qualquer hora, em qualquer competição. Por quê? Não porque sou o melhor, ou o mais esperto, ou o mais rápido. Eu vencerei por causa dos hábitos positivos que desenvolvi e por causa da consistência que uso ao aplicar esses hábitos. Sou prova viva de que a consistência é a maior chave para o sucesso, mesmo sendo uma das maiores armadilhas que as pessoas lutam para conquistar. A maioria das pessoas não sabe como sustentá-la. Eu sei. Eu preciso agradecer ao meu pai por isso. Em essência, ele foi meu primeiro técnico na iniciação do poder do Efeito Composto.

Uma das filosofias principais do meu pai era: “Não importa quão esperto você é ou não é, você pode compensar com trabalho duro a sua escassez de experiência, habilidade, inteligência ou talento nato”. Não importa qual o desafio, ele me ensinou, se você não é bom em uma coisa, trabalhe mais duro, com mais esperteza. Nós entramos nessa também. Meu pai, de treinador de futebol, se tornou um vendedor de primeira. De lá, ele se tornou o chefe e, enfim, abriu sua própria empresa.

Graças a meu pai, quando tinha 12 anos, eu tinha uma rotina digna do CEO mais eficiente. Hoje, meu pai e eu fazemos piada com o fato de ele ter me treinado para ser um conquistador obsessivo. Aos 18, eu já ganhava um valor de seis dígitos com minha própria empresa. Aos 20, eu tinha minha casa própria em um bairro excelente. Aos 24, minha renda era de mais de 1 milhão de dólares por ano; aos 27, eu era oficialmente um milionário que se fez sozinho. Isso nos traz ao presente momento, porque ainda não cheguei aos 40, mas tenho dinheiro e recursos para sustentar minha família pelo resto de minha vida. O Efeito Composto é o “segredo” por trás do meu sucesso.

O Efeito Composto é o princípio de tirar recompensas enormes de uma série de escolhas pequenas e espertas. Para mim, o mais interessante com relação a esse processo é que mesmo com os resultados massivos, os passos, em seus momentos, não parecem significativos. Esteja você usando essa estratégia para melhorar sua saúde, seus relacionamentos, suas finanças ou o que quer que seja, as mudanças são tão sutis que são quase imperceptíveis. Essas pequenas mudanças oferecem nenhum ou quase nenhum resultado imediato, nenhuma vitória grandiosa, nenhum pagamento “eu avisei”. Então, por que se preocupar?

Algumas pessoas ficam encucadas com a simplicidade do Efeito Composto. É por isso que elas desistem após o oitavo dia de corrida porque ainda estão acima do peso. Ou então, param de aprender piano após seis meses porque ainda não aprenderam a tocar nada além de O Bife. Ou ainda, param de depositar um dinheirinho na poupança após alguns anos porque poderiam utilizar aquele dinheiro – e não estava rendendo muito mesmo.

O que elas não percebem é que esses passos pequenos, aparentemente insignificantes, se completados consistentemente com o tempo, podem criar uma diferença radical. Considere este exemplo de três amigos: Larry, Scott e Brad.

Os três amigos

Esses três amigos cresceram juntos. Eles moram no mesmo bairro e têm gostos parecidos. Cada um deles ganha em torno de US$50 mil ao ano. Todos são casados e têm boa saúde e boa aparência física, apenas com aquela clássica “barriguinha de casado”.

O Larry vai levando a vida como sempre fez. Ele é feliz, ou ao menos acha que é, mas volta e meia reclama que nada muda.

O Scott começa a fazer algumas mudanças positivas pequenas, aparentemente inconsequentes. Ele começa a ler à noite e a ouvir 30 minutos de algo instrutivo ou motivacional no caminho para o trabalho. Ele recentemente leu uma entrevista com o médico Mehmet Oz e pegou do artigo a ideia de eliminar 125 calorias de sua dieta diária. Nada demais. Ele também começou a andar mil passos a mais por dia (pouco mais de um quilômetro). Nenhum grande ato de coragem ou esforço. Coisas que qualquer um poderia fazer. Mas Scott está determinado a seguir com essas escolhas, sabendo que, mesmo que elas sejam simples, ele pode facilmente se sentir tentado a abandoná-las.

O Brad faz algumas escolhas ruins. Recentemente, ele comprou uma TV enorme para poder assistir aos seus programas favoritos. Ele tem experimentado as receitas que vê no Canal Gastronômico – as caçarolas de queijo e as sobremesas são seus favoritos. Ah, e ele instalou um bar em sua sala de estar e adicionou uma bebida alcoólica por semana à sua dieta. Nada demais. Brad apenas quer se divertir.

Ao final de cinco meses, nenhuma diferença significativa pode ser observada nas vidas de Larry, Scott e Brad. Mesmo tendo cada homem seu padrão de comportamento, cinco meses não é o bastante para ver algum declínio ou alguma melhora em suas situações. Na verdade, se você pesasse os três homens, veria que a mudança foi zero. Eles estão exatamente iguais.

Ao final de 15 meses, ainda não dá para perceber nenhuma diferença significativa em suas vidas. Lá pelo mês 25, começamos a ver mudanças grandes e visíveis. No mês 27, vemos uma diferença enorme. E, no mês 31, Brad está gordo, enquanto Scott está magro. Simplesmente cortando 125 calorias por dia, em 31 meses Scott perdeu 15 kg!

Brad apenas ingeriu 125 calorias a mais por dia e, na mesma proporção, ganhou 15 kg. Agora, ele pesa 30 kg a mais que o Scott! Mas as diferenças são mais significativas que o peso. O Scott investiu quase mil horas lendo livros e ouvindo CDs de autodesenvolvimento. Ao pôr seus novos conhecimentos em prática, ele conseguiu uma promoção e um aumento. E o melhor de tudo: seu casamento está ótimo. Brad? Está infeliz com o trabalho e seu casamento está por um fio. E o Larry? O Larry está praticamente na mesma em que estava há dois anos e meio, a única diferença é que agora ele está um pouco mais frustrado.

É simples: seja consistente

O poder fenomenal do Efeito Composto é simples assim. A diferença entre as pessoas que empregam o Efeito Composto em benefício próprio em comparação com aqueles que permitem que o mesmo efeito atua contra eles é quase inconcebível. Parece milagroso! Como mágica ou física quântica. Após 31 meses (ou 31 anos), a pessoa que usa a natureza positiva do Efeito Composto parece ter tido sucesso “do dia para a noite”. Na verdade, seu sucesso profundo foi o resultado de escolhas pequenas e espertas, completadas consistentemente com o passar tempo.

O aspecto mais desafiador do Efeito Composto é que você tem que trabalhar nele por um tempo, consistente e eficientemente, antes de começar a perceber resultados. Quando você compreender como o Efeito Composto funciona, você não vai se preocupar com ajustes rápidos. Não se iluda achando que um atleta muito bem sucedido não vive uma vida de levantar pesos que poderiam quebrar seus ossos e milhares de horas de prática. Ele se levantou cedo para treinar – e continuou treinando enquanto todos os outros pararam. Ele encarou a agonia absoluta e a frustração do fracasso, da solidão, do trabalho duro e da decepção que foram necessários para que ele fosse o nº 1.

Seu único caminho para o sucesso é através de disciplinas diárias mundanas, nada sensuais, nada excitantes e por vezes difíceis, que precisam ser compostas com o passar do tempo. Os resultados, a vida e o estilo de vida dos seus sonhos podem ser seus se você puser o Efeito Composto para trabalhar para você. Se você usar os princípios destacados no Efeito Composto, você vai criar o final do seu conto de fadas!

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


15 comentários em “O Efeito Composto: Multiplicando seu sucesso um passo de cada vez”

  1. muito obrigdo pela analogia surprendentemente bem dirigida aos aos aos aos que precisam restabelecer a grandiosa missaoaqui neste paraiso feito por aquele que sabe construir. sou grato mesmo distribua sim sim sim teu grandioso saber dizendo a vida e um eterno construir

    Responder
    • Assim como muitos outros ótimos livros desse gênero, esse é mais um livro que não viu, nem (provavelmente) nunca verá a “luz” da língua portuguesa! O jeito é aprender inglês e comprar esses livros em formato digital para leitura no ipad (estão disponíveis na Amazon). As editoras brasileiras estão mais interessadas em publicar Twilight (Crepúsculo) e outras historinhas de meia tigela que vendem milhões de cópias.

      Responder
        • É verdade! Achei uma parte dele na internet, gratuito mas não completo, só que é em ingles.
          Estou lendo ele, e senti exatamente o que diz no livro: os efeitos das nossas atitudes, pequenas mas constantes. Há alguns anos decidi que ia aprender ingles…aos poucos fui aprendendo e hoje leio o livro sem nem lembrar que é em outra lingua. Basta o google por perto e qq coisa olho alguma palavra nova que não conhecia.
          Assim, fica uma dica: uma das melhores coisas que podemos fazer nas nossas vidas é estudar, aprender mais, buscar novos desafios e conhecimentos. Vale muito a pena aprender outra língua, aconselho a todos. Além do mais, infelizmente muitos livros maravilhosos não são traduzidos.
          Por que não pegam um livro mais simples e começam a estudar? Compra um dicionário, junta com uma boa dose de coragem e boa vontade e maos a obra. É dificil, me senti angustiada muitas vezes por nao entender e parar quase a toda palavra, mas vale a pena. De linha em linha a gente chega lá. É o famoso Efeito Composto! 🙂

          Responder
  2. Gostei bastante desta newsletter!
    Pratico meditação diariamente desde há 4 anos e, por vezes, parece que nada de significativo está a acontecer. No entanto, aqui, ali e acolá, vão surgindo certos sinais que mostram que a minha satisfação interior vai sendo cada vez maior e mais consistente. E textos como este auxiliam a manter a motivação para perseverar em práticas que apesar de, por vezes, não serem nada divertidas, serem essenciais para a transformação interior (o principal factor de sucesso na vida, do meu ponto de vista). É que esse tipo de práticas não têm mesmo a finalidade de nos divertir, mas sim de nos transformar! Obrigado pelo texto, abraço

    Responder
  3. “Efeito Composto” é, acredito, a boa e velha perseverança. Com a somatória de pequenos esforços, feitos de maneira consciente, têm-se grandes resultados. Necessário “apenas” tempo e perseverança. No começo é fácil, daí a perseverança faz a diferença.

    Responder
  4. Realmente as conquistas diárias são invisíveis é como se fosse atomos, pequenas particulas e ao longo do tempo elas se incorporam transformando em algo muito visivel.
    Parabéns por mais esta oportunidade.

    Responder
  5. Excelente matéria e só reforça o quão necessário é investir em nossos propósitos, a cada um pouquinho e por vezes abrindo mão de prazeres que por vezes são momentâneos.

    Responder
  6. Excelente, esse artigo. Creio que você pode chegar onde quiser desde que acrescente um hábito ao SER quer você já é AGORA no seu cotidiano. Não acredito mais em mudanças fantásticas para o sucesso. Só gostaria de fazer uma pequena observação como relação ao exemplo dado pelo autor:o caso do atleta de sucesso. Não creio que ele se levante todo dia com a intenção de sofrer. Por trás de toda ação massiva e habitual existe um PROPÓSITO VITAL. É isso que faz com que o treino diário e massivo ser “A MINHA CASA”. O que para um observador possa parecer doloroso, para ela é o cotidiano com seus desafios e prazeres (pequenos grandes elementos de composição ao seu sucesso). As suas conveniências do dia a dia determinam o o lugar onde você vai chegar.
    Abraços a todos
    CARLOS

    Responder
  7. Parabéns!
    Excelente artigo, altamente motivacional.
    Dar um passo a cada dia na direção deseja,
    já é anunciou de uma “breve” chegada.

    Sucesso a todos!

    Responder
  8. Artigo inspirador, observo pessoas alienadas e improdutivas por ter um sitema de crenoça equivocado, acreditando que precisam iniciar no topo, enquanto aquelas que constroem pacientemente e com sustentabilidade sua vida profissional chegam mais rápido.

    Responder

Deixe um comentário