Chega de drama!

John Mackenzie

Chega de Drama

Às vezes eu me pego pensando, como é que eu cheguei tão longe em minha carreira sendo “tão cruel” com meus clientes? “Humm, como assim ‘cruel’?”, você deve estar pensando! A maioria dos psicólogos e coaches adota uma postura de “bonzinho”. Isso lhes garante mais clientes, por mais tempo. A grande maioria das pessoas não busca um psicólogo ou coach para resolver problemas, o que elas querem é alguém que as escute com atenção e no final diga empaticamente: “Nossa, você passou por tudo isso?”, “Você está certo!”, “Eu também me sentiria assim se tivesse passado por isso”… Validação é o que as pessoas buscam, não solução!

Agora, eu não estou disposto a dar validação para ninguém. Minha paixão e missão de vida é ajudar sinceramente as pessoas a olharem para suas vidas com honestidade sem se esconderem de nada e, a partir daí, crescerem de verdade. Para isso, no entanto, eu preciso ser cruel! Minha terapia é conhecida como “impactoterapia”!

Você sabe que segundo as leis da física, tudo no universo tende a permanecer em repouso até que um impulso mude o direcionamento e movimento do objeto. É incrível como nós, seres humanos, também obedecemos à mesma lei! A vantagem é que nós podemos nos auto-impulsionar, não precisamos que o estímulo seja externo. O grande problema é que em algum ponto da nossa história (ou será que sempre foi assim?) nós começamos a acreditar que “algo” precisa nos impulsionar, algo de fora, precisamos encontrar a motivação, precisamos encontrar uma razão para sairmos da inércia, do contrário, ficamos lá quietinhos, sem fazer barulho.

O problema é que ao ficarmos parados, nós começamos a “afundar”. Nossos problemas começam a nos engolir, nossa realidade parece insuportável, olhamos em volta e tudo o que sentimos é frustração, medo, ansiedade, descaso. Começamos, então, a buscar os culpados por essa situação. Seria o governo? Seria Deus? Seria meu cônjuge? Seriam meus pais que não me prepararam adequadamente para a vida que hoje tenho que enfrentar? Seria meu chefe que insiste em pegar no meu pé e tornar a minha vida profissional um inferno? E nessa turbulência toda, tudo o que queremos é que alguém passe a mão em nossas cabeças e aponte certeiramente o culpado, tranquilizando-nos e dizendo que tudo vai passar. Vamos, então, procurar um profissional que faça isso bem feito!

E é aí que eu entro! Se você já é meu leitor há algum tempo, você sabe o que eu faço! Eu não passo a mão na cabeça, não! Meu objetivo é realmente AJUDAR meu cliente, não afundá-lo ainda mais em seu emaranhado de dramas. E meu dedo aponta para ele próprio quando eu identifico “o culpado”. Ninguém é responsável por sua vida além de você mesmo, você sabe disso, não sabe? Isso já chega até a ser um clichê! É uma daquelas frases que de tanto serem repetidas ninguém mais sabe o que significa!

Ah, e não, não é diferente no “seu caso”! Se você quer resolver seus problemas de fato e construir uma vida de RESULTADOS, você precisa parar com o drama. As coisas são simples e lógicas, quem complica somos nós mesmos. A hora em que você conseguir olhar para seus problemas com frieza e analisá-los sem envolvimento emocional e sem culpar ninguém ou algo externo, você estará avançando.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


11 comentários em “Chega de drama!”

  1. Eu próprio, quando mais jovem pensava que meus problemas era por causa de algum fator fora da minha pessoa. Hoje um pouco mais maduro tenho essa visão que o Dr. Mackenzie aborda neste assunto.

    Simplesmente Fantástico!

    Responder
  2. Eu tenho comigo que não somente a inércia, mas uma outra lei da Física contribue para ficarmos no Drama. Acredito que “pra toda ação há uma reação”,e é o grande problema que administro hoje. Não permitir que essa reaçao não seja mais um drama que me leve a inércia. Procuro transformar meus Dramas em desafios. E como abordado pelo Dr. Mackenzie, não apontar culpados. Desafios sempre tem um nivel de dificuldade para ser vencido, o que torna um problema uma estratégia prazerosa de ser elaborada, executada e vencida.

    Responder
  3. Gilezilda

    eu culpava todo mundo , ao meu redor dos meus traumas hoje ,mais madura procuro ir em ferte com muito mais certeza que você deve vencer a inércia vinvendo muito mais feliz com muita vitorias.

    Responder
  4. Achei o texto interessante e ao mesmo tempo realista. Acho que centenas de pessoas culpam os seus conjugês, filhos, sogras e amigos pelos os seus insucessos.
    Percebo a imensidão de pessoas buscam apenas falar dos seus problemas, sem intuíto de resolvê-los.
    Acredito que todos os profissionais da psicologia deveriam adotar esta postura de resolver o problema.
    Meus parabéns para o Dr. John Mackenzie

    Responder
  5. Brilhante!!
    É preciso mudar essa atitude que é praticamente um hábito, e isso requer sair da inércia porque é muito mais fácil ficar parado encontrando culpados.

    Responder
  6. Acredito que realmente ser sábio significa parar e refletir sobre o que estamos fazendo de errado , tentando sempre procurar ajuda seja ela qual for , vivemos em uma epoca de oportunidades em que não precisa mais de favores para ascensão ou para manter o emprego basta ser competente e compromissado com os resultados , a determinação, pensamento positivo e a vontade de fazer o diferncial e marcar a história são fatores fundamentais para o sucesso …….

    Responder
  7. Todo ser humano sempre quer culpar alguém ou algo, faz parte de sua essência, entretanto ao saber disso deve sim sair da inércia, do marasmo, do drama…
    E nos seus erros, buscar pelo menos acertar sem esperar palmas, sem esperar Oh!você foi demais!
    O próprio reconhecimento DE SABER QUE FEZ A COISA CERTA É Q INTERESSA.

    Responder
  8. Quando nos envolvemos demais com nossos problemas realmente ficamos paralizados, mergulhados na emoção, no drama, e acabamos culpando tudo e todos pelo nosso insucesso. Precisamos retirar a emoção e olhar-mos “cruelmente” para dentro de nós mesmos, quando conseguimos fazê-lo, a mudança e quase que imediata, começamos a perceber que a maioria dos nossos problemas são na realidade oportunidades disfarçadas. Graças a Profissionais como Vocês podemos chegar nesse estágio e acabar com o “drama” em nossas vidas. Parabéns e muito obrigado!!

    Responder
  9. Muitas vezes pensamos que amanhã será melhor para começar, seja uma atividade física, estudar, um projeto, e quando vemos o tempo passar sem que se coloque em prática qualquer plano, verificamos que somos ótimos em planejar, e, que se não fosse o transito, o colega, o tênis ou a meia furada, tudo estaria funcionando como planejado. Mas ao identificar o obstáculo faz-se outro plano para que este possa ser removido, sem que realmente faça uma ação para esta finalidade, ficando sempre no mesmo lugar. A culpa sempre será de qualquer coisa menos de si, pobre vítima do mundo – Já passei por isso, assim consigo ver bem esta situação. Mas, isso de fato foi um passado (somente para reforçar) que passou.

    Responder
  10. Maravilhoso!!!Sensacional..

    Dr.John, nôs deixa claro o que quer dizer “Amadurecer”.Temos várias pessoas, muitas das vezes até parentes que vimos morrer sem se quer olhar para si próprio, não aceitar que os nossos próprios erros são os maiores obstáculos para progredirmos: Profissionalmente,Sentimentalmente e em todas as áreas de nossas vidas.Muito obrigado Dr.JOHN MACKENZIE! Quem me dera fazer uma terapia contigo…Mas só lendo as suas matérias me ajudam e muito.Te agradeço de coração.
    Marta-Consultora Imobiliária-46 anos,casada há 20 anos com um casal de filhos.

    Responder
  11. As coisas são simples e lógicas, quem complica somos nós mesmos. A hora em que você conseguir olhar para seus problemas com frieza e analisá-los sem envolvimento emocional e sem culpar ninguém ou algo externo, você estará avançando.

    Perfeito

    Responder

Deixe um comentário