Como mudar sua forma de pensar para gerar mais sucesso em sua vida

Franciane Ulaf

Forma de pensar

Sua forma de pensar não dita somente o sucesso que você tem em termos profissionais, mas absolutamente tudo em sua vida. Desde a saúde dos seus relacionamentos (pessoais e profissionais), sua relação consigo mesmo e até suas conquistas e fracassos na vida em geral.

São as idéias que você tem sobre como o mundo funciona que ditam como será sua atitude na sua vida pessoal e profissional. De fato, a verdade mais dura é que as próprias pessoas é que criam sua realidade. Vivemos em um mundo que adora vítimas e faz cara feia para “culpados”. Vivemos num joguinho de gato e rato conosco, fugindo da culpa por nossos próprios atos e atitudes e, quando nos pegamos, fazemos cara feia para nós mesmos, punindo-nos por sermos culpados por nossos fracassos. É aquela coisa: ou negamos até o último fio de cabelo que temos um problema, que a culpa é nossa, ou passamos para o extremo oposto e começamos a nos dar bronca por termos cometido erros, por pensarmos assim e “assado”. Vou pedir para você, para começo de conversa, se desapegar dessa noção infantilizada do binômio “Não tenho culpa de nada” X “Sou culpado de tudo”. Quem estuda desenvolvimento pessoal geralmente tende para o lado de ficar se culpando, se dando bronca o tempo todo. Se esse é você, pare com isso! Essa postura não leva a lugar algum, ficar chorando as mágoas porque você não foi bonzinho consigo mesmo não é o primeiro passo para mudar – pelo contrário, só intensifica o problema.

Dito isso, podemos começar a delinear um pouco mais o assunto. Quanto mais você souber sobre os mecanismos intelectuais que sua mente usa para definir sua atitude e modo de pensar, mais ferramentas você terá para realizar as mudanças necessárias para diminuir os efeitos de padrões de pensamento que operam contra você, contra seu próprio sucesso e bem-estar.

O primeiro e mais importante ponto a ser compreendido é que nossas idéias sobre o mundo e a vida em geral são como mapas que mapeiam um território. Nossa falta de visão de conjunto – e nisso eu incluo todo mundo, sem exceção – faz com que nossa capacidade de mapear corretamente o território em que estamos seja altamente falha. Nós simplesmente somos incapazes, como seres humanos, de compreendermos a realidade absoluta da vida e de nossa existência. Mas o que tudo isso tem a ver? Compreender e aceitar de corpo e alma que o tempo todo nós podemos estar redondamente errados sobre nossas idéias e pensamentos (nossos mapas) é o primeiro passo para uma flexibilidade mental que pode abrir portas inimagináveis.

As mais fortes razões que levam as pessoas ao fracasso (em tudo na vida: em seus relacionamentos pessoais, no âmbito profissional, em sua busca por um bem estar maior – o que popularmente chamamos de “felicidade”) estão ligadas a idéias erradas sobre como as coisas são e funcionam. A pessoa que mantém idéias que fogem demais da linha e teima em não mudar só encontra o fracasso. Isso é altamente perceptível em relacionamentos afetivos.

No mundo profissional, um dos maiores mitos que compõem o rol de mapas errados que as pessoas mantêm é o de que trabalho duro é o segredo do sucesso. Eu arriscaria até dizer que, numa lista de prioridades de características e práticas desejáveis para o sucesso, trabalho duro está lá pelo final da lista. Não é que eu esteja defendendo o contrário – falta de trabalho “duro”, se é que esta é a palavra mais adequada. A grande armadilha está em acreditar que, se você trabalhar duro durante um tempo, mais cedo ou mais tarde você encontrará o sucesso.

Assim como o mito do trabalho duro, existem muitos outros mitos e idéias cristalizadas que as pessoas mantêm como “certas” e que são justamente a causa de seu fracasso. A pessoa focada somente no trabalho duro, achando que esse é o segredo do sucesso, acaba se tornando cega para os fatores que são realmente importantes ou que estão mais alto na lista de prioridades. Ela está ocupada demais “trabalhando duro” para prestar atenção em qualquer outra coisa!

Outra idéia altamente nociva para o sucesso profissional é o mito da oportunidade. Há pessoas que esperam a vida inteira por uma oportunidade que nunca chega. Esse mito provém de uma postura passiva, uma postura derivada da crença de que você não tem real poder para ser bem sucedido na vida, você precisa de uma oportunidade, você precisa que alguém te ajude ou que “alguma oportunidade” apareça para que você possa aproveitá-la e, então, seguir rumo ao sucesso. Se há algo que eu possa dizer sobre esse assunto é: esqueça isso! Risque a palavra “oportunidade” do seu dicionário! No máximo entenda que, se é pra você usar esse termo nesse caso, você cria suas próprias oportunidades. Meu amigo Tim Ferriss – com sua atitude um tanto “revoltada” – sempre fala: “Não peça permissão, faça e depois peça desculpas (se necessário)”. É claro que há um pouco de humor no tom de Tim, mas o espírito do que ele tenta passar é que você deve fazer o que bem entender, sem esperar que alguém forneça validação no sentido de apoiá-lo, autorizar ou convidá-lo. Na maioria das vezes, se você pensar bem, você não precisa nem pedir permissão, nem pedir desculpas a ninguém. É a sua vida, ninguém se importa com você mais do que você mesmo!

Compreender que esses mapas podem estar errados é o primeiro passo. Quando você realmente compreende (entende de fato, não apenas intelectualmente!), você começa a abrir mais sua mente para questionamentos que levam a atualizações eventuais desses mapas. Ninguém tem os mapas absolutamente corretos, não tenha real esperança de descobrir a “verdade” sobre qualquer coisa. Todas as verdades que temos nesse ponto são relativas, ou seja, são condicionais à nossa compreensão e podem mudar à medida que ampliamos nosso entendimento do mundo e da vida.

Ao compreender que você pode estar errado e se manter aberto para mudar, seu grau de perspicácia aumenta naturalmente. A falta de perspicácia é, em grande parte, provocada pela rigidez mental, pelo apego a idéias que estão tão cristalizadas que você não consegue mudá-las e atualizá-las.

Ao se tornar mais perspicaz você começa a ter momentos de “clareza” e “revelações”. Sabe quando você finalmente entende algo complexo ou secreto? Você tem aquela sensação “ahhhh, é assim!” e, depois dessa revelação, tudo sobre aquele assunto se torna mais fácil. Algo como compreender a lógica matemática que explica uma equação que, antes, você só conseguia resolver com uma fórmula e não entendia bem o mecanismo do processo!

Muitas pessoas tentam alcançar o sucesso – não só profissional, mas também pessoal – usando “técnicas” similares a fórmulas matemáticas sem compreenderem bem o mecanismo da lógica que dá origem ao processo! Essa lógica, como discutimos no artigo anterior, não é algo que possa ser explicitamente revelado, é algo que só pode ser compreendido através da perspicácia. É preciso um desses momentos “ahhh, então é assim!” para realmente captar o espírito da coisa.

Informação ajuda. Ler e obter dados sobre o que você quer entender não machuca, mas o segredo está na flexibilidade mental que atualiza o conceito atual que você tem sobre um determinado assunto, substituindo-o por mapas mais fiéis à realidade. Com o tempo, isso vira um hábito, suas idéias deixam de se “cristalizar” dentro de sua cabeça e passam a “flutuar” mais livremente, sendo substituídas facilmente por outras assim que você percebe que elas não correspondem mais à realidade ou que sua compreensão do assunto já se ampliou.

Adotar essa postura não é tão difícil quanto parece, mas também não é tão fácil – no sentido de que o medo do desconhecido, a resistência à mudança, o apego sentimental àquilo em que você acredita e o próprio orgulho fazem com que reconhecer que você está errado e adotar uma nova idéia que substitua um pensamento qualquer acaba sendo um esforço quase insuportável para muita gente.

Superados esses empecilhos de ordem egoísta, o caminho fica mais livre para que, com a cabeça mais aberta, você possa começar a substituir todos os conceitos e mitos que já não servem mais para você, que já não contribuem para o seu crescimento pessoal e profissional.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


40 comentários em “Como mudar sua forma de pensar para gerar mais sucesso em sua vida”

  1. oi fran, seus artigos são provocantes e instigantes..leva-nos a reflexõe mais profundas e mais importante uma reflexão que leva nos incita á ação…um abraço…a propósito você é linda…como posso fazer para aprender inglês fluente com você..

    Responder
  2. OLÁ FRAN,estou em fase de mudança, realmente não é tão fácil, mas tbm não é impossível, estou lutando e investindo em meus sentimentos todos os dias,estou mudando crenças enraizadas que só me trouxeram dor e sofrimento. Gosto muito de ler seus artigos parabéns!!!!!!!!!

    Responder
  3. Oi Fran
    Gostei muito do teu artigo,me identifiquei bastante quando fala em perspicácia,realmente se estamos atentos aos sinais que recebemos,teremos condições de avaliar com mais precisão que decisões tomar.Um abraço.

    Responder
  4. Prezada Cris,

    O texto acima fala como mudar a sua forma de pensar. Eu te pergunto: e quando a nossa forma de pensar está certa, porque você percebe atitudes que acabam concretizando os fatos esperados, e você não consegue sair de taís circunstâncias por ter uma responsabilidade/compromisso, família (pessoas que você ama de verdade e não aguentaria vê-los sofrer). Como lidar com isso, se você busca incansavelmente pelas “oportunidades”, quase que tomando-as de assalto mas. mesmo assim não conseguindo se desvencilhar. será que é tão fácil quanto está escrito acima??????

    Responder
    • Olá Marcelo,

      Vejo que você está passando por uma fase difícil em sua vida, um período confuso… por isso não ficou claro pra mim qual a sua dúvida realmente. Num primeiro momento, a impressão que você passa é de que não gosta da responsabilidade familiar e desejaria livrar-se dela, pois quer aproveitar as oportunidades, mas não consegue se desvencilhar dos compromissos.

      Eu vejo esas situação da seguinte forma: Em primeiro lugar, nada é fácil e esperar que as coisas sejam fáceis é uma receita certa para frustração e fracasso. Simplesmente abrace a dificuldade e tenha gosto de enfrentar desafios. Adotar a postura, “quanto mais difícil melhor”, ajuda a melhorar o ânimo quando sua postura pessoal é esperar por uma situação fácil!

      Além disso, as responsabilidades e compromissos da vida não vão embora mesmo, é preciso adaptar sua vida e expectativas ao que você já adquiriu de peso para carregar nas costas.

      Eu não sei qual a sua situação exatamente, mas como você menciona oportunidades, acredito que buscar a independência financeira é algo que pode ajudá-lo a olhar para sua condição de vida com mais “espaço para respirar” sem precisar ficar tão afobado atrás de oportunidades. A melhor oportunidade é sempre aquela que você cria diretamente, sem esperar que ela venha de fora. Talvez seja essa a postura que falte para que você possa sair dessa condição atual.

      Fran Christy

      Responder
  5. Eu acredito que devemos sempre estar renovando nossa forma de pensar a respeito da vida do mundo à nossa volta, que também está em constante transformação. Não podemos sustentar um diploma por muito tempo, até porque os conhecimentos que adquirimos naquele curso do passado,já se renovaram,ou até mesmo já estão obsoletos. Mudar de postura é como subir uma montanha: um passo de cada vez, e quando chegar lá, vamos descer e subir outra montanha, explorar o mundo.

    Responder
  6. Concordo com o texto acima, em partes. Vou explicar o porque, concordo que nós somos os responsaveis por criar nossa realidade, que quando você percebe, que a vida é sua, que a unica pessoa que vai estar com você o tempo todo, 24 horas por dia, é você mesmo. Você acaba percebendo que você é que tem que escolher o que é melhor para você, você que tem que ver qual idéia é melhor para a sua vida, e aplica-la.
    Não concorco Fran, quando você fala que devemos riscar a palavra “oportunidade” do nosso vocabulario. Se você parar para pensar, oportunidade é só uma palavra, é só um significado que damos quando acontece alguma coisa que você queria, que você percebeu que podia fazer acontecer, e que fez acontecer. Esse é o significado da palavra “oportunidade”, a palavra em si não quer dizer nada. A crença sobre as coisas que faz a diferença. Se você acreditar que pode fazer tudo o que quiser, sendo ético,e sem que as suas ações prejudiquem outra pessoa, você vai ter mais senso de oportunidade. Porque você vai começar a pensar assim, era isso que eu queria que acontecesse, tentei desse jeito, deu certo, ótimo. Não deu certo, bola para frente, (na giria do futebol), tente outra “oportunidade” para esse desejo ou necessidade, e faça acontecer. E quando isso acontecer, se parabenize. Porque você venceu, você saiu vitorioso!

    Responder
    • Olá William!

      Acredito que ambos concordamos sobre esse assunto. A frase que eu usei “risque a palavra oportunidade no seu dicionário” foi forte no sentido figurativo para causar impacto, mas se você diz que “oportunidade é apenas uma palavra” você concorda comigo! De fato, é a interpretação que damos ao termo que define nossa postura e é justamente sobre isso o parágrafo sobre oportunidades.

      Vejo porém, que muitas pessoas não conseguem simplesmente mudar de postura sobre um assunto sem mudar as palavras que usam para descrevê-lo. Se esse é o caso, então é a minha recomendação parar de usar a palavra oportunidade (o “riscar do dicionário”) para que a pessoa saia da armadilha mental criada pela interpretação que ela já tem do termo.

      Você já experimentou fazer isso? Usar termos diferentes e ver como a sua postura muda?

      Um grande abraço e obrigada pela contribuição!

      Fran Christy

      Responder
  7. Olá Fran,

    Estou seguindo todos os seus maravilhosos textos, como
    também os comentários de seus seguidores.No entanto,com
    referencia ao texto acima, CONCORDO plenamente com o
    William Carvalho. Gostaria de ter sua resposta aqui ao
    comentário do mesmo, cuja interpretação também foi a mi-
    nha.
    Parabéns pelos seus textos!

    Responder
  8. Oi tenho acompanhado estes assunto suas palavras que emuito importante se as pessoas procurar entender o assunto que vc quer passar sem tentar debater, pois o debate e bom quando temos palavras que pode ajudar outra pessoa a entender melhor a vida. Vou tentar passar um exemplo para ver se eu to certo não to querendo a aprovação de neguem só quero um comentário que possa ser construtivo, pois estas são minhas palavras que tem um grande valor se for compreendido e não debatida. Acho que este meu jeito de se expressar tem algum valor

    Responder
  9. Respondendo a sua pergunta, já fiz isso algumas vezes. Vou lhe contar sobre a primeira coisa que me veio a cabeça. Na época de escola, sempre fui um aluno “relaxado”, nunca repiti de ano, mas eu era da galera do “fundão”. Não gostava de “estudar”.

    Sai da escola, começei a cursar faculdade. As coisas mudaram, quando eu simplesmente troquei a palavra estudar, por aprender.

    Quando eu falava que tinha que estudar, me dava preguiça, não me dava vontade, parecia que era algo forçado. Quando mudei a palavra para aprender, as coisas mudaram, comecei a ficar motivado, com vontade, com ansia por saber coisas novas.

    Com a simples troca de uma palavra, mudei minha postural mental com relação a saber coisas novas. Nunca mais tive “preguiça” de aprender!!

    Concerteza você já deve ter ouvido varioas casos. Ficarei grato se você comentar algum outro! Um abraço Fran

    Responder
  10. Ola Fran, admiro sua percepção do mundo, este enquanto pessoa num todo. Me diz,como avaliar questões, entender se este é o caminho ou não… Como eu vivente na minha história posso ver a realidade dos fatos, e para de temer as consequencias pré imaginadas.
    Obg !! Parabens pelos textos!!

    Responder
  11. Fran Christy,

    Seus textos estão me ajudando muito a rever meus conceitos e a compreender melhor a realidade, independente de concordar ou não com seus pensamentos, pois estamos presos aquilo em que acreditamos e não é fácil libertar-nos de nossas crenças. O que mais me impressiona é ver muitas pessoas discordando de seus pensamentos por não entenderem o que você quer dizer. O bom é que até isso nos ajuda a refletir.
    Abraços, ganhaste mais um admirador.

    Responder
  12. Agradeço demais por ter acesso a seus textos, gosto muito do Augusto Cury, ele fala que não podemos apagar o que já aconteceu mas podemos editar, ver de uma forma diferente, viver sem que o ocorrido machuque mais, lembrar de algumas coisas sem um nó na garganta às vezes é difícil, principalmente quando foi magoada por pessoas em quem confiava, tento mudar mas está complicado; quando percebo vejo que a situação se repete e acabo sofrendo de novo.Acabo ficando numa ‘bolha’, fico travada, desmotivada,é muito difícil confiar nas pessoas quando sinto que meus pais e irmãos acabam se aproveitando de mim, moro com eles(somos 5), a psicóloga forçou a barra pra eu sair de casa, pois posso me sustentar, mas acabaria não os ajudando mais, não posso ficar bem sabendo que eles estão em dificuldades(acabei largando o tratamento).’Bolha’ de novo, sinto que parei no tempo,acho que me perdi mas não vou apagar..rsrs..acho sua linha de pensamento parecida com a do Augusto Cury, gosto dos textos dele e me identifiquei demais com os seus Fran, mas acredito que nossa mente deve estar aberta pra essa mudança, não basta querer.Algumas coisas mudei outras insistem em ficar, de tão entranhadas, gostaria de achar um terapeuta que seguisse essa linha.Estou vendo que você interage com seus leitores, isso é muito importante, quase uma terapia, e seus textos acabam sendo sobre as dúvidas e dificuldades.Acho que enrolei muitas coisas mas QUERO AGRADECER SEUS TEXTOS SÃO MARAVILHOSOS!!

    Responder
  13. Na vida tudo é um aprendizado, que seja de maneira natural ou na dor como eu,estou enchergando e encarando a vida de forma diferente, aprendendo a avaliar questões para melhor resolve-las. Adorei seu artigo

    Responder
  14. De fato quebrar nossos paradigmas não é fácil, espero conseguir no decorrer da leitura dos textos que são excelentes, porém tenho que sair das letras e conseguir isso na realidade da minha vida.

    Responder
  15. Olá achei por acaso o seu texto e nem tenho ideia da onde só sei que passei receber seus emails e gostei dos textos pois esta fazendo eu refletir , só gostaria que ele falasse menos do lado profissional e mais do lado emocional , afetivo e familiar tenho 30 anos e ainda me sinto perdida porque nao consigo pensar em trabalhar em ambiente coorporativo , adoro produçao de video publicidade e cinema , mas me sinto muito atrasada por nao falar uma lingua e nao conseguir trabalhar numa produtora que me de independencia financeira, as vezes acho que ainda sou muito infantilizada moro com minha mae e ela ainda cuida das minhas coisas e só estudo e trabalho e tenho uma apego muito intenso quando me apaixono e acabo estragando tudo

    Responder
  16. Eu vejo que a forma pensar esta totalmente ligado a sua criação, suas crenças do passado que é preciso mudar ou ver de forma diferente.
    É inconsebivel que se viva uma vida da mesma maneira, pensando sempre igual sem ver por outros angulos a mesma coisa.
    Um ótimo exercicio é se colocar de fora do assunto ou problema , e ficar como espectador.

    Responder
  17. Fran, acredito que eu esteja passando por uma fase muito conturbada em minha vida. Cansada de ver só o passado e ter medo do futuro está me deixando estressada comigo mesma. Quero mudar tudo em minha vida porque sofro demais e por consequencia, descubro que não sou satisfeita e grata com minha vida. Além disso, percebi que para ser feliz precisamos aceitar nossa situação no momento, caso contrário, nunca chegaremos a aproveitar a felicidade.
    E, nessa busca em aproveitar a felicidade, descobri com vc que sou orgulhosa kkkkkkkkk. Como esse “insit” fez muita diferença em minha vida!!!!! Foi bom conhecer vc e suas ideias! Continue assim!!! Fazendo a diferença na vida das pessoas! Felicidades!

    Responder
  18. Olá , estou passando por um momento difícil de minha vida profissional , tenhos pensamentos: tipo, porque aconteceu comigo , fiz algo de errado . No momento quero entrar em um negócio novo mas tem momentos q eu me desacredito , pois tenhos pensamentos de fracasso , ao mesmo tempo tenho pensamentos objetivos , fico numa situação muito chata , pois não quero ter esses pensamentos de derrota , tenho q pensar positivo sempre , mas acontece de meus pensamento as vezes irem lá para baixo , gostaria de mudar e ser mais pragmático e realizador… Bem é isso se puder me orientar…

    Responder
  19. Realmente tem pessoas que não conseguem ser flexiveis, adotam uma postura e não conseguem pensar em algo diferente, às vezes eu sou assim, preciso melhorar muito, para conseguir alcançar meus objetivos. Muito obrigada pelo artigo!

    Responder
  20. Na minha opnião,somos seres dotado de livre arbitro para decidir, de mente flexiveis para caminha. e solitarios conosco mesmo,sou uma pesoa que estou procurando me focar para o caminho da felicidade mais o passado e pleocupasão com a familha e auguma atitudes que tomei me pesa a cabessa atrapalhando de eu ser felis. será que tem alguma receita para se ter uma mente saudavel e correta ? essa e a pergunta que não me sai da cabessa

    Responder
  21. Na minha opnião,somos seres dotado de livre arbitro para decidir, de mente flexiveis para caminha. e solitarios conosco mesmo,sou uma pesoa que estou procurando me focar para o caminho da felicidade mais o passado e pleocupasão com a familha e auguma atitudes que tomei me pesa a cabessa atrapalhando de eu ser felis. será que tem alguma receita para pensar de maneira positiva ? essa e a pergunta que não me sai da cabessa

    Responder
  22. há só uma maneira de você vencer na vida.para todos que procuram essa resposta esta aqui.concordo com o texto acima mas tem um porem, todo o ser humano é controlado pelo Estado, se você trabalha de empregado sempre sera empregado e sempre vai haver um patrão,o caminho do sucesso esta em você ser patrão,neste mundo tudo da dinheiro,monte seu próprio negocio,no começo é difícil mas depois vai dar certo,so tem um porem você deve montar esse negocio na área que você mais conhece,você porem pode dizer mais eu não sei fazer nada;pare e pense e escreva por uma semana o que você mais fala ai vai estar a resposta para o seu dom no que você deve investir que vai dar certo pois aquilo já esta dentro de você,o que o estado e as pessoas querem é que você continue assim pois,se você continuar onde esta para a classe mais alta é bom,você trabalha 12 meses para chegar atingir 15.000.00 no máximo enquanto você produz a seu patrão centenas de vezes este valor,como dizia Max o empregado produz mais do que a sociedade precisa,existe meios de vencer e alcançar a vitoria este caminho é por partes vou citar algumas

    >funcionário publico = não tem patrão te em comodando não precisa mostrar tanto rendimento
    >faça uma faculdade isto ajuda e muito
    >não assista muita televisão troque o tempo por jornais e revistas isso muda sua forma de ver o mundo

    >procure se relacionar com pessoas de alto nível pois elas te ajudaram a crescer e te darão uma ideia de como você pode chegar lá
    >cuide de sua aparência pois ela conta muito em tudo o que você faz,lembre que a primeira impressão é a que fica
    >olhe sempre nos olhos
    >treine e faça um cronograma do que você vai fazer neste dia
    >pense sempre positivo e seja persistente.
    eu poderia citar mais mais ex mais o mais importante é você ser aliado do Estado trabalhe para você e não para os outros ou nunca vai ter nada na vida
    observe os ricos sempre são donos de algum negocio fica dica agradeço a todos que leram esta msg e boa sorte duvidas mandar email..marlonmurarom.m@hotmail

    Responder
  23. Gostaria de saber como faço pra mudar minha vida,estou tendo muita dificuldades em conseguir emprego. Todos os empregos que passaram na minha vida não passaram de mais de 6 meses. O que devo fazer? Será que vc pode me ajudar? se puderes conversar por e-mail. eu agradeço, realmente eu preciso de ajuda.

    Responder
  24. oi Fran, li seu artigo . Acho que pra eu nao tem como mudar para ser uma pessoa de sucesso .tenho 50 anos, trabalho a 20 na empresa, faco um monte de funcoes e agora que a empresa cresceu, fiquei no esquecimento.nao tenho curso superior e so agora estou vendo meu erro.voce tem razao,fiquei trabalhando duro e esperando a tal promocao que nunca vem de verdade.realmente me sinto um fracasso. teria como ser um vencedor e viver a vida de verdade ou esperar a aposentadoria.nao quero sentir pena de mim mesmo. como mudar de verdade?

    Responder
  25. Poderia me ajudar?o meu chefe me disse para que eu mude de postura.isso significa o quê?mudar o meu comportamento ou mudar o meu modo de pensar as coisas dentro do trabalho?me responda por favor.

    att:

    luciene

    Responder
  26. Oi, Fran tudo bem…espero que sim!
    Vivo em um ciclo vicioso onde o vício, minha vida é como uma espiral, Muda-se o cenário, os personagens e o tempo, porém minha essência falha e passiva, diante de uma sociedade rotulada de acertos e erros me torna apenas um mero observador. Estou um tanto triste comigo mesmo pq por muito tempo estou assim. Meu pais se separam quando eu tinha 10 anos de idade, eu fui pai com apenas 14 anos, me viciei em drogas na adolescência e boa parte da vida adulta até aqui(me livrei depois de 2 internações), e logo na saída da segunda internação minha mãe falece de câncer aos 50 anos de idade. Bom hoje estou limpo a 8 anos. Já fui católico, evangélico e hoje tenho outra visão religiosa, apesar de crer que exista um mistério grandioso por trás de tudo isso. Sei o que sou, mas não mudo. Sou muito tímido e introspectivo até ao extremo, e penso a mil por hora. E na maioria das vezes de forma negativa. Sabe…eu estou cansado de tudo isso, estou cansado de mim mesmo, estou cansado de me ver assim. Estou separado, mas tenho 5 filhos, e creio que eles precisem de mim de alguma forma ou iram precisar, eu precisei de meu pai e ele foi ultiu naquilo que achou que fosse, e de certa forma isso no fundo foi ultiu. Sabe eu queria tanto ser que nem vcs normal mas vivo em uma caverna e ultimamente e até algumas vezes já pensei que a morte pode ser solução pra algumas coisas. Mas penso tenho filhos, e tenho três do casamento que devo viver pra pelo menos uma urgencia, mas eu queria ser muito mais que isso. Eu queria tanto ser diferente, eu queria ser o que não sou, algo melhor! Queria ter a oportunidade de conversar com vc, pois me parece muito culta, acho que vc me entenderia, apesar de não ser psicóloga! Me ajude se possível, por favor. Muito Grato.

    Responder
  27. Mudar, uma palavra curtinha, porém com um universo de dificuldade dentro de seu significado.

    Para mim é simples. Nós recebemos uma sobrecarga de verdades que vem dos nossos pais, dos outros, das crenças, das tradições, das histórias e muito disso acaba virando uma raiz profunda e poderosa dentro da nossa forma de pensar e agir.

    Toda essa informação vira então nossa verdade, a verdade de cada um. E quem está certo? Todos! Cada um dentro da sua realidade acredita na sua verdade. Porém, acredito que existe apenas uma única verdade no universo, para tudo. Uma única origem de tudo, a verdade realmente verdadeira que nunca saberemos com exatidão.

    Com a evolução da inteligencia da humanidade, vejo que as pessoas esqueceram que somos parte da natureza, assim como qualquer outro animal. A natureza pode ser vista por nós, é só abrir a janela e olhar para o céu, olhar para árvores, perceber as frutas e legumes que brotam do chão. A natureza é real.

    A natureza está em constante mudança. A natureza é mudança pura! Nós também deveríamos saber mudar rapidamente, a se adaptar rapidamente. Ou não fazemos mais parte da natureza?

    Adoro um pensamento de Charles Darwin que com poucas palavras deixa claro essa verdade.

    “Não é o mais forte, nem o mais inteligente que sobrevive, mas sim aquele que tem mais facilidade para se adaptar as mudanças. ”

    Obrigado Fran peles artigos que conseguem provocar reflexões profundas na realidade de cada um.

    Estou com você.
    Parabéns!

    Responder
  28. Excelente , me identifiquei muito..
    mas só para corrigir (nao sei a data do texto )
    Ideia não possui mais acento de acordo com o novo acordo ortográfico(que é uma merda)

    Responder
    • O artigo é antigo mesmo, eu li ele pela primeira vez há muitos anos… Acho que não vale a pena para o site revisar centenas de artigos de acordo com essa m… de revisão ortográfica, principalmente porque a grande maioria das pessoas que o visitam na web nem sequer sabem da mudança e ao lerem “ideia” sem acento, acham que está errado!

      Responder
  29. Amo te ler. Descubro em mim, tanto o bem como o mal, e assim, as vezes, vou reformulando ideias, conceitos… Sabendo que um emocional forte e seguro me dará suporte para enfrentar muita coisa nesta vida.

    Responder

Deixe um comentário