Coisas que desvalorizam um imóvel

Diego Meille

Coisas que desvalorizam um imóvel

QUANDO VOCÊ VAI COMPRAR UM IMÓVEL PENSANDO EM VENDER DEPOIS

Quando você vai comprar um imóvel, é importante observar alguns detalhes que poucos compradores se dão conta, mas que na hora de vender, podem acabar fazendo uma grande diferença!

1. Muita oferta na mesma região

Regiões que apresentam muitos imóveis à venda precisam ser avaliadas de perto. Por que isso ocorre? Às vezes o motivo é positivo e estimula as vendas como ser uma área perto de grandes empresas e universidades, onde as pessoas costumam morar temporariamente por alguns anos, depois se mudar. Mas em alguns casos, a grande oferta de imóveis na região esconde problemas que as pessoas só se dão conta depois que se mudam – daí a quantidade de imóveis à venda! Rota de aviões é um bom exemplo. Muita gente nem pensa nisso quando vai procurar imóvel para comprar, depois não consegue dormir com o barulho de avião passando de meia em meia hora!

Muita oferta na mesma região também pode ter um efeito negativo, pois quanto mais imóveis à venda no mesmo local, mais competição quem está vendendo tem e isso pode prejudicar o valor de venda do imóvel, pois o comprador sentirá que tem mais poder de barganha.

2. Condições da vizinhança

Localização sempre foi um fator chave na escolha de um imóvel, mas é importante observar peculiares das redonzas do imóvel específico. O bairro pode ser ótimo, mas a rua específica onde fica o tal imóvel pode ter alguma desvantagem como ter terronos baldios por perto ou comércio que costuma ter muito movimento ou barulho.

3. Maus vizinhos

Sim! Maus vizinhos! Se o comprador perceber que os vizinhos são “difíceis” ou “problemáticos” ele pode desistir da compra. Se você está procurando um imóvel, procure conversar com os vizinhos e saber se há conflitos entre uns e outros. Vizinhos que compram briga com uns são propensos e brigarem com outros também. Outros problemas a serem investigados são os hábitos dos vizinhos e isso você descobre comversando com eles. Com um vizinho você descobre os problemas com os outros e viceversa! Se um dos vizinhos costuma escutar música alta de noite, os outros vão com certeza reclamar disso pra você.

Outro problema que pode afetar a revenda futura de um imóvel mesmo que o comprador não se dê o trabalho de investigar os vizinhos é o mau gosto na decoração externa dos imóveis por perto. Se a casa do lado está pintada de verde limão, futuros compradores poderão se deixar afetar por isso.

Veja que outras pessoas podem não pensar como você. Você pode não se importar se a casa do lado da sua está pintada de vermelho e amarelo canário, mas um futuro comprador pode não gostar do “efeito” que a residência do vizinho tem na sua.

É claro que você não pode prever o comportamento futuro dos seus vizinhos ou se eventualmente alguém decidirá fazer alguma mudança estética em seu próprio imóvel que ficará ridícula e afetará a venda dos imóveis vizinhos, mas se esses fatores podem ser observados ANTES de você se comprometer com o imóvel, melhor.

Outros detalhes a serem observados é presença de cães que latem muito e jardins mal cuidados, o que passa a impressão de relaxo para um futuro comprador, mesmo que a casa não seja sua. Eu é que não quero morar do lado da casa de um cara que nunca corta a grama!

QUANDO O IMÓVEL JÁ É SEU

Esses próximos detalhes você pode controlar quando você é o dono do imóvel e está tentando vender. O seguintes itens valorizam ou desvalorizam o imóvel dependendo dos seus cuidados:

PINTURA

Um dos itens que mais afeta a opinião de compradores e também o mais fácil de remediar – é só pintar!

Cores estravagantes e pintura mal feita (ou velha) tiram muito valor do imóvel, mesmo que seja apenas na percepção do comprador, que não aceitará pagar o que você está pendindo, pois ele não vê dando você tirou esse valor.

DECORAÇÃO

Ao tentar vender um imóvel você precisa esquecer seu próprio gosto e procurar deixar o imóvel com cara de foto em revista de decoração.

Neutralidade, simplicidade e elegância contam muitos pontos. O comprador não está nem aí para sua personalidade e preferências pessoais, ele quer ver o imóvel da forma mais simples e neutra possível, pois ele quer imaginar como as coisas DELE ficarão lá dentro.

LIMPEZA

Assim como a pintura, a sujeira e relaxo podem causar um impacto muito negativo no comprador. Não custa nada manter a casa limpa! também cuidado com a bagunça! Se o imóvel que você está vendendo não está vazio, encaixote as tralhas e deixe (óbvio!) as caixas fora de vista. Deixe só o necessário para você (ou quem quer que for) viver. Quanto mais “coisas” à vista, menor é a sensação de espaço – espaços vazios parecem maiores.

FAÇA OS REPAROS NECESSÁRIOS

Se há itens no imóvel que estão pedindo para serem consertados, não pense que você estará se livrando dos problemas vendo tudo junto. O comprador pode desistir da compra se ele perceber que além do gasto comprando o imóvel ele ainda terá que desembolsar para consertar o que você não arrumou. Se o comprador perceber coisas que precisam de conserto, das duas uma: ou ele vai desistir da compra ou fará com que você baixe o valor da venda considerando gasto que ele terá.

Você pode também colocar na ponta do lápis, conversando com um corretor de imóveis, o quanto você poderá aumentar no valor da casa se fizer certas melhorias, que podem não ser consertos em si, mas o imóvel se beneficiaria, como trocar o piso, trocar as instalações dos banheiros, colocar ar condicionado em alguns cômodos, enfim. Às vezes não vale a pena, em outras situações, o valor adicionado no preço do imóvel é maior do que o que você vai gastar. Isso conta muito se as casas na vizinhança todas tem algo que a sua não tem, como o ar condicionado, por exemplo.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


Deixe um comentário