Quantas metas devo perseguir de cada vez?

Franciane Ulaf

Quantas metas devo ter?

Você já se viu na situação de querer fazer muitas coisas ao mesmo tempo, abraçar o mundo com os braços, conquistar várias metas o mais rápido possível? É uma situação comum. Queremos muito, e queremos agora. Não temos paciência, não queremos fazer as coisas aos poucos, uma meta por vez, queremos ter tudo o que temos vontade nesse exato momento.

Quem já tentou ir por esse caminho já deve ter concluído por experiência própria que tentar fazer tudo ao mesmo tempo não dá certo. Veja que não estou falando em multitarefar, fazer literalmente várias coisas ao mesmo tempo – o que é também negativo, mas é outro assunto! Estou falando em perseguir múltiplos objetivos ao mesmo tempo. É claro que conseguimos dar conta de algumas metas de cada vez, não precisamos fazer apenas uma única coisa, mas é crucial para o nosso sucesso que sejamos capazes de priorizar e determinar: “não é hora ainda de trabalhar nessa meta”, “preciso conquistar X antes de me meter com Y”, “serei mais produtivo se me dedicar a essas três metas agora e depois a essas outras três”, e assim por diante.

Quantas metas posso ter de cada vez?

Essa é uma pergunta até mesmo ingênua! Cada caso é um caso. Depende da natureza das metas. Eu posso estar fazendo um mestrado, enquanto escrevo um livro e aprendo Alemão (3 metas), mas não seria adequado tentar escrever 3 livros ao mesmo tempo. Por quê? Se cada livro leva 1 ano para ser produzido, ao trabalhar em 3 obras simultaneamente, eu estaria atrasando a finalização de todas elas, não terminando o primeiro antes do final do terceiro ano, enquanto poderia terminar o primeiro no final do primeiro ano, e assim por diante.

Cada meta precisa de sua razão de ser e precisa de uma justificativa para ser perseguida naquele momento da sua vida. Pressa nunca deve ser um desses motivos. Essa afobação de querer conquistar o mundo em dois meses nunca dá resultado. Quem tem muita pressa geralmente não consegue fazer é nada! É como a pessoa que quer emagrecer rápido há 10 anos! Toda vez que ela decide que quer emagrecer, ela procura por uma alternativa que lhe permita perder peso o mais rápido possível. O resultado é que ela fica sempre na mesma e ainda parece que tem amnésia, nunca se lembrando que já está nessa há anos sem ter perdido 1 grama sequer!

Se eu posso te dar uma dica, evite ser imediatista, não busque resultados rápidos. Além disso, procure se lembrar de suas experiências passadas, reconhecendo que se você não obteve resultados, a falha foi sua, não foi a técnica que “não funcionou”!

Como priorizar e escolher as metas da vez?

Em primeiro lugar, cada meta deve ser extensivamente justificada: por que você quer alcançá-la? De onde veio essa ideia? O que você espera alcançar com ela? Essa meta bate com seu perfil individual? Você tem o que é necessário para conquistá-la em termos de personalidade e recursos?

Não dê essas respostas apenas em sua cabeça, escreve-as! Quando escrevemos nos forçamos a pensar e refletir sobre coisas que podem ainda não estar claras em nossa cabeça. Nesse processo, muitas metas serão eliminadas, principalmente por serem meros sonhos e não objetivos realistas que podem de fato ser perseguidos.

Ao chegar a uma lista sólida de metas realistas, organize-as temporalmente. Veja quais podem alavancar a conquista das outras. Veja quais são mais urgentes e quais podem esperar. Avalie sua rotina e quanto tempo você tem disponível para se dedicar a elas e faça uma previsão de quanto tempo levaria para concluir cada uma. Faça o mesmo processo considerando metas simultâneas. Pense também em termos de construção de uma vida bem sucedida. Sucesso é o ápice da dedicação de longo prazo a um grupo específico de metas. Isso exige foco e também requer que você escolha uma única direção para seguir. Não fique mudando de ideia, fazendo uma coisa aqui, outra ali. Essa característica é comum em pessoas imediatistas que buscam resultado pra ontem. Se o negócio não dá certo rapidamente, ela parte pra outra, nunca tentativa de conseguir os resultados que acha que tem urgência de conseguir. Como a pessoa que fica querendo perder peso rápido, mas nunca consegue emagrecer, o processo é o mesmo. Quando você tem muita urgência, você não dá tempo ao tempo, e desiste antes de colher os frutos dos seus esforços.

Nunca perca perspectiva de que o tempo que temos em vida é extremamente limitado. Não teríamos condições de fazer tudo o que temos vontade de fazer nem se não precisássemos dormir, se não tivéssemos outras responsabilidades, ou se conseguíssemos ser extremamente produtivos. Se só conseguimos dar conta de algumas poucas metas por vez, precisamos cuidadosamente escolher nossas batalhas. Além disso, para sermos bem sucedidos como pessoas e profissionais, precisamos manter o foco concentrado em uma só direção por muito, muito tempo.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


7 comentários em “Quantas metas devo perseguir de cada vez?”

  1. És incrível Fran christy. Os teus conselhos me ajudam bastante. Quero acabar com a minha procrastinação e falta de comprometimento com as pessoas e a vida. Me ajuda minha mestre da vida.

    Responder
  2. Realmente somos mais produtivos quando focamos em uma meta por vez, ou poucos propósitos, direcionando energia para os objetivos que queremos conquistar. Aprendi isto em outros textos seus e realmente deu certo. Quando olho minhas anotações na agenda de um ou dois anos atrás vejo como me ajudou escrever e agir para atingir cada meta. Obrigado pela oportunidade de aprender e crescer com seus textos. Abraço!

    Responder

Deixe um comentário