O que você mudaria se pudesse voltar ao passado?

Franciane Ulaf

Mudar o passado

Se você pudesse voltar ao passado, o que mudaria? Como gostaria que sua vida fosse diferente?

Esse é um tema comum. Com frequência as pessoas se queixam de que seu presente é resultado de erros, omissões, desencontros e mal entendidos ocorridos no passado. Dizem levianamente que seria ótimo se pudessem voltar ao passado e consertar os erros ou mudar o curso da própria vida.

É claro que nós sabemos que isso não é possível, mas o que não nos damos conta quando fantasiamos com a máquina do tempo é que estamos nos focando no passado, além disso, estamos mantendo uma postura mental negativa, pensando nos erros, desencontros, mal entendidos, brigas, perdas. Enquanto estamos preocupados com coisas que já aconteceram, dedicando nosso espaço mental ruminando sobre coisas que já não podemos mudar, perdemos tempo, tempo no presente que poderia estar sendo usado para construir um futuro muito melhor.

Atenção é algo peculiar. Temos a tendência de acreditar que o que conta é o que fazemos, então vamos agindo, tomando conta de nossas responsabilidades, mas com a cabeça nas nuvens, pensando em coisas que já aconteceram, reprisamos cenas, diálogos, imaginamos se tivéssemos dito coisas diferentes, se tivéssemos tomado outras atitudes. Nossa atenção é desviada do presente, enquanto a ação do momento merece somente traços de consciência para se manter automatizada, nossa mente consciente está divagando por entre fantasias, memórias e expectativas.

Você não precisa voltar ao passado para mudar seu futuro

Nos convencemos de que se tivéssemos feito algo diferente no passado, nosso presente seria de alguma forma diferente. Além de completa perda de tempo, esse ponto de vista ainda pode estar redondamente errado. A vida é cheia de surpresas, quem sabe se você tivesse feito o que hoje desejaria ter feito, o resultado no longo prazo teria sido muito pior, ou diferente do que você imagina. Não temos como saber, mas perder tempo e espaço mental conjecturando simplesmente não vale a pena. No filme Efeito Borboleta, o personagem principal viaja no tempo, tentando corrigir erros do passado, dele e dos outros, prevenindo desastres na vida das pessoas que ele conhece. Porém, a cada “correção” no passado, o futuro dele muda, muitas vezes de forma totalmente indesejada.

O efeito borboleta da vida lhe trouxe para o aqui e agora e quer você esteja contente com o resultado ou não. Pensar no passado não vai mudar nada, mas refletir sobre como você pode mudar sua atitude para não repetir os mesmos erros pode prevenir que daqui 5, 10, 20 anos você não esteja precisando ler novamente um artigo como este!

Pense no futuro, em como você deseja que as coisas aconteçam, mas foque sua atenção no presente. Reserve determinados momentos para pensar no futuro e planejar sua vida, organize como você conseguirá atingir sua visão, mas viva a vida no presente, com toda a sua atenção voltada para o que você está fazendo agora. Evite devaneios, evite ruminar sobre o passado e evite fantasiar sobre como você gostaria que o futuro se desenrolasse fora desses momentos específicos para planejamento. Experimente viver o presente com foco total. Eu garanto que você se sentirá diferente e depois de alguns dias, concordará que não precisa voltar ao passado, você é o que você é graças a todas as experiências que você já passou.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


4 comentários em “O que você mudaria se pudesse voltar ao passado?”

    • Concordo contigo Ju. Nunca tinha ouvido essa expressão “espaço mental” antes e nunca tinha pensado nesses assuntos antes de ler a Fran. Já faz alguns anos que leio as coisas dela, livros, artigos, etc. É interessante que a partir do momento que a gente começa a pensar sobre isso, a gente se torna mais atennta para o que está fazendo com esse espaço mental no dia-a-dia. No que estamos pensando? Estamos perdendo espaço mental pensando em besteiras improdutivas? Pensando mal dos outros? Fofocando mentalmente sobre a vida alheia? Pensando no passado inutilmente? Imaginando coisas infrutíferas? Me tornei uma pessoa mais focada depois de me atentar pra isso e o resultado foi mais foco no cotidiado e mais produtividade concentrada. Há momentos para devanear e há momentos para se concentrar nas suas metas. Saiba medir sua atenção!

      Responder
  1. Muito importante esse artigo. Voltar ao passado, muitas vezes, é sofrer duas vezes. Vamos olhar para o futuro e agir no hoje para a realização dos nossos sonhos.

    Responder

Deixe um comentário