Pensamento ideal: Como raciocinar para obter o melhor resultado possível de seus esforços

Steve Pavlina

Pensamento Ideal

Optimal Thinking (Pensamento Ideal, sem tradução para o Português), de Rosalene Glickman, é um livro que li há cerca de um ano. Não recomendo que ninguém aqui o leia porque é um daqueles livros que parece um artigo e muita linguiça para encher as páginas. Você só precisa ler o primeiro capítulo para absorver 80% do valor do livro. E eu vou te dar esses 80% agora, então você nem precisa fazer isso.

Aqui está o conceito de pensamento ideal (optimal thinking) em poucas palavras.

Pensamento abaixo do ideal é quando você faz perguntas como: “Qual é uma maneira boa/ótima de fazer X?” ou “Como posso resolver Y?”

O pensamento ideal é quando você pergunta: “Qual é a melhor maneira de fazer X?” ou “Como posso resolver Y da melhor maneira possível?” Pode parecer uma diferença sutil e sem importância, mas quando você começar a aplicar essa regra na sua vida, acho que verá alguns resultados interessantes como eu vi.

Por exemplo, ao planejar seu próximo dia, você pode se perguntar (talvez inconscientemente e não verbalmente): “Qual é uma boa maneira de agendar meu horário amanhã?” E ao responder a essa pergunta, você planejará um cronograma decente para si mesmo. Mas é mais provável que seja um cronograma abaixo do ideal.

Em vez disso, tente se perguntar: “Qual é a melhor maneira de agendar meu horário amanhã?” Agora você está procurando a solução ideal – a melhor em vez de apenas boa. O bom é inimigo do ótimo, diz o ditado.

Às vezes, você não sabe imediatamente a melhor solução para um problema. Então, o que você pode fazer nessa situação é perguntar: “Qual será a melhor solução?” E então você começa a listar atributos e restrições que sua solução ideal precisará exibir. Isso ajuda você a restringir sua lista de alternativas. Se você conhece um atributo específico da solução ótima, pode rejeitar todas as soluções possíveis que não possuem esse atributo.

Voltando ao exemplo da melhor programação possível do seu dia, você pode listar alguns desses atributos: acordar cedo, fazer exercícios, trabalhar pelo menos 8 horas ininterruptas, comer refeições saudáveis, passar tempo com a família, fazer algo divertido e gratificante à noite, alongar-me de alguma forma, esvaziar completamente a caixa de entrada de e-mail, ler por uma hora etc.

Tenha em mente que a melhor solução sempre leva em consideração os recursos que você tem disponíveis. Se uma solução possível é impraticável, certamente não é a ideal. Portanto, se a melhor maneira de programar seu dia exigir um supercomputador e seis horas de planejamento, essa solução está longe de ser a melhor. Você pode incluir suas principais restrições em sua pergunta original, como “Qual é a melhor maneira de agendar meu horário amanhã em 20 minutos ou menos?”

Na minha experiência, o aspecto mais benéfico do pensamento ideal é que ele ajuda você a elevar seus padrões. Em vez de se contentar com soluções abaixo do ideal e resultados medíocres, você se compromete a fazer o seu melhor, mas de uma forma prática e que considere a realidade da sua situação. Muitas vezes, quando você se pergunta: “Qual é o melhor…”, você perceberá que sua mente está indo em direção a um tipo de solução muito diferente do que faria se fizesse perguntas abaixo do ideal.

Aqui estão alguns exemplos de perguntas de pensamento ideal para fazer sua mente se mover nessa direção:

    • Qual é o melhor uso do meu tempo agora?
    • Qual é a melhor maneira de me exercitar regularmente (quando, o quê, como)?
    • Qual é a melhor maneira de me livrar das dívidas?
    • Qual é a melhor maneira de ganhar $ 10.000 extras o mais rápido possível?
    • Qual é a melhor escola para meu filho frequentar?
    • Qual é o melhor lugar para eu morar?
    • Qual é a melhor maneira de responder a este e-mail? (use este repetidamente para limpar a caixa de entrada entupida)
    • Qual é a melhor maneira de melhorar minha vida social?
    • Qual é o melhor livro que devo ler a seguir?
    • Qual é o melhor novo blog que devo ler regularmente e contar a todos que conheço?

Peça e você receberá. Peça o melhor.

Print Friendly, PDF & Email
Compartilhe!
Cadastre-se gratuitamente no Guia da Vida e tenha acesso a nosso melhor material sobre desenvolvimento pessoal, produtividade, saúde mental e motivação:


Deixe um comentário